Pravda.ru

Desporto

Craque brasileiro após Barcelona espera relançar a carreira na Itália

16.07.2008
 
Craque brasileiro após Barcelona espera relançar a carreira na Itália

Aos 28 anos o craque brasileiro Ronaldinho após ter trocado o Barcelona pelo Milan, espera relançar na Itália uma carreira em declínio há dois anos, um desafio que poderá ser decisivo para a sua trajetória no futebol, segundo AFP.

"Que felicidade! Começo uma nova vida", disse Ronaldo de Assis Moreira, o Ronaldinho Gaúcho, na terça-feira à noite em Barcelona, radiante após o anúncio de sua transferência para o clube milanês por cerca de 25 milhões de euros, sendo 21 milhões fixos e 4 de luvas.

Aguardado nesta quarta-feira em Milão, o ídolo brasileiro prometeu aos tifosi "trabalho e não apenas técnica", mostrando também sua vontade de encontrar no clube de Silvio Berlusconi o nível que havia permitido a ele receber a Bola de Ouro em 2005.

Mas após dois anos pouco convincentes no Barça, em que as noitadas renderam mais notícias que suas atuações em campo, os especialistas se perguntaram se esse jogador genial poderia voltar a causar assombro com suas jogadas espetaculares.

O treinador brasileiro Dunga parece pensar da mesma forma e acabou por convocá-lo para os Jogos Olímpicos de Pequim, depois de ter mantido o craque afastado da seleção desde novembro de 2007, em razão de sua má forma física.

E Ronaldinho parece ter retomado com seriedade os treinamentos durante as férias no Brasil, enquanto aguardava o desfecho das negociações para a sua transferência.

"Vou chegar em forma a Pequim. Passei muito tempo sem jogar. Isso nunca tinha acontecido comigo. Estou muito motivado para treinar e sinto uma grande saudade do futebol", havia afirmado na semana passada em São Paulo.

Mas o Barça do novo treinador Josep Guardiola, adepto dos treinos à exaustão, havia desistido de tentar motivar a estrela do futebol, amante do samba, das caipirinhas e de beldades brasileiras e espanholas.

A imprensa espanhola saudava nesta quarta-feira o artista, que chegou em 2003 proveniente do Paris Saint-Germain, e cujos dribles espetaculares e passes precisos levaram o Barcelona de Frank Rijkaard à conquista de duas Ligas Espanholas (2005 e 2006) e de uma Liga dos Campeões (2006).

Depois de dois anos, entretanto, e sobretudo durante a última temporada -desastrosa- era como se ele estivesse "cansado de ganhar", destaca nesta quarta-feira o diário esportivo AS a respeito do campeão mundial de 2002.

Ronaldinho aceitou reduzir pela metade seu salário no clube catalão (mais de 7 milhões de euros por ano) para jogar no Milan, clube onde terá como companheiro seu compatriota Kaka, que comemorou sua chegada nesta quarta-feira.

Mas parece "impossível" que atinja o mesmo nível do passado, considera o AS nesta quarta-feira, lembrando o caso de um outro craque brasileiro, Ronaldo, que chegou ao Milan no início de 2007 depois de ter sido descartado pelo Real Madrid e que não fez mais nada no clube italiano.

Ronaldinho tem "força" o bastante para voltar a ter destaque e "não se tornar um fiasco", como Ronaldo? se pergunta o catalão El Periodico. A respota será dada nos próximos meses.


Loading. Please wait...

Fotos popular