Pravda.ru

Desporto

Boca Juniors conquistou a Recopa Sul-Americana

15.09.2006
 
Boca Juniors conquistou a Recopa Sul-Americana

O Boca Juniors conquistou ontem um título e dois feitos. Com o empate por 2 a 2 com o São Paulo, conquistou a Recopa Sul-Americana e tornou-se o clube no mundo com mais taças internacionais: 16. Além disso, tornou-se cliente preferencial do Estádio Morumbi - já havia feito festa ali em 2000 e 2003, com duas Copas Libertadores, sobre Palmeiras e Santos, respectivamente.

Derrotado por 2 a 1 na primeira partida, em Buenos Aires, o São Paulo precisava de uma vitória simples para ficar com o título. Mesmo jogando mal, chegou a fazer 1 a 0, mas não segurou o placar. O resultado veio em péssima hora para o time, que não vence há três jogos e vê o trabalho do técnico Muricy Ramalho ser questionado. E chegou para coroar a despedida do treinador Alfio Basile, que, a partir de hoje, vai se dedicar somente à seleção argentina.

Como notou a agéncia "Estado", sem Aloísio e Leandro, machucados, Muricy Ramalho optou por uma formação com apenas um atacante, Thiago. A aposta não deu certo devido à apatia do restante do time. Mineiro e Josué chegaram pouco à frente, Lenílson esteve tímido e Danilo, bem marcado. Os únicos que destoavam eram os alas. Souza, pela direita, e Júnior, pela esquerda e armando o jogo pelo meio, deram muito trabalho à zaga argentina. E foi numa combinação entre os dois que o São Paulo chegou ao primeiro gol, aos 34 minutos. Souza deu belo lançamento para Júnior, que surgiu nas costas de Ibarra e deu um leve toque na saída do goleiro Bobadilla.

Com facilidade para tocar a bola, o Boca só não empatou logo em seguida porque Rogério Ceni fez ótima defesa em chute de Cardozo na área. Mas aos 40 não teve jeito: Palermo foi lançado por Kuproviesa na área e ajeitou de cabeça para Palacio testar livre no canto direito. O panorama não mudou no segundo tempo, apesar da tentativa de Muricy de trocar Edcarlos por Alex Dias. O Boca chegava como queria à área são-paulina e virou aos 30 minutos. Após blitz no ataque, o desengonçado Palermo deixou Fabão no gramado com um lindo corte, invadiu a área e fuzilou Rogério Ceni: 2 a 1 e gritos de "burro" para o técnico tricolor.

O gol contra de Rodríguez, após jogada de Thiago, aos 40 minutos, não amenizou em nada o peso das vaias da torcida.
Domingo, novamente no Morumbi, o São Paulo encara ninguém menos que o Inter, seu algoz na decisão da Libertadores e vice-líder do Campeonato Brasileiro. Novo tropeço pode afundar o time na crise.

Ficha técnica:
São Paulo 2 x 2 Boca Juniors
Gols: Júnior, aos 34 minutos, e Palacio, aos 40 do primeiro tempo; Palermo, aos 30, e Rodríguez (contra), aos 40 minutos do segundo tempo.
São Paulo: Rogério Ceni; Alex Silva, Fabão e Edcarlos (Alex Dias); Souza (Ilsinho), Mineiro, Josué, Danilo, Lenílson e Júnior; Thiago. Técnico: Muricy Ramalho.
Boca Juniors: Bobadilla; Ibarra, Rodríguez, Díaz e Krupoviesa; Ledesma, Gago, Cardozo (Maidana) e Marino (Dátolo); Palacio (Franzoia) e Palermo. Técnico: Alfio Basile.
Árbitro: Oscar Ruiz (Colômbia).
Cartões amarelos: Díaz, Thiago, Cardozo, Fabão e Palermo.
Publico: 19.861 pagantes.
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)


Loading. Please wait...

Fotos popular