Pravda.ru

Desporto

Espanha 2 – Suécia 1

14.06.2008
 
Espanha 2 – Suécia 1

Innsbruck: Espanha venceu o jogo justamente por causa da grande exibição na segunda parte. Fernando Torres abriu o marcador aos 15’. Suécia empatou aos 34’ (Ibrahimovic) e no final do jogo, aos 90’, Espanha selou a vitória, David Villa. Com esta vitória, Espanha soma 6 pontos e garante a passagem para a próxima fase.

Espanha começou mais forte e aos 14’, a pressão no meio campo deu o primeiro golo. Fernando Torres converteu o canto. No entanto, a resposta da Suécia foi imediata, fazendo lembrar o contra-ataque relâmpago da Holanda. Henrik Larsson passou a Johan Elmander, que entrou na área e chutou forte, mas a bola saiu centímetros ao lado da baliza de Casillas.

Aos 21’, Zlatan Ibrahimovic passou a Henrik Larsson, por cima da defesa espanhola. Larsson tentou o chapeu frente a Casillas, quando o remate teria dado certo. O meio-campo da Suécia estava em ascendente. Aos 34’, 1-1.

Ibrahimovic recebeu a bola, deu a volta a Sérgio Ramos e rematou forte. Casillas não teve hipótese.

Aos 37’, apareceu David Villa, saindo do esconderijo…um remate de fora da área foi colhido por Andreas Isaksson. Espanha ainda reclamou um penalti aos 45’. Silva caiu na área depois de bela jogada por Ramos…mas o árbitro mandou seguir.

Na segunda parte, Espanha esteve melhor e Suécia teve graves dificuldades em impor o seu jogo no meio campo; e no ataque, pois entrou sem Ibrahimovic, substituído por Markus Rosenberg.

Aos 62’, grande escape para a Suécia. David Villa entrou na área, passou, David Silva chutou, Isaksson defendeu, a bola ressaltou para Villa, chutou, Isaksson defendeu, ressaltou para Fernando Torres…e foi defendido para canto.

Aos 67’, o brasileiro naturalizado espanhol, Marcos Senna, rematou forte de fora da área, mas Isaksson defendeu para canto. Aos 71’, canto de Fabregas, passe de cabeça de Torres e Isaksson outra vez negou Senna.

Aos 76’, Isaksson teve de defender outra vez, chegando ao cruzamento de Santi Cazorla antes da bola chegar ao David Silva. Suécia respondeu com um lance de perigo na área espanhola três minutos mais tarde – Anders Svensson desviou a bola para o meio da área e Henrik Larsson falhou-a por centímetros.

Espanha voltou à carga, aumentando a pressão e dando jus ao lema “fúria espanhola”. Aos 87’, Fernando Torres entrou na área, chutou forte…mas Isaksson defendeu. A pressão espanhola continuou até resultar no segundo golo, aos 90’, por Villa. Grande golo. Recebeu a bola na esquerda, fintou a defesa, rematou ao lado de Isaksson. 2-1.

Olga KUZNETSOVA

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular