Pravda.ru

Desporto

Inter assegura vaga na final do Mundial de Clubes da Fifa

13.12.2006
 
Inter assegura vaga na final do Mundial de Clubes da Fifa

Graças a duas jovens revelações, o Internacional venceu o Al Ahly por 2 x 1, nesta quarta-feira, em Tóquio, e assegurou vaga na decisão do Mundial de Clubes da Fifa, domingo, em Yokohama. O adversário sai do duelo entre o América, do México, e o Barcelona, marcado para as 8h20 (de Brasília) desta quinta-feira.

Nervoso e um pouco desarrumado, o time brasileiro não conseguiu se impor diante dos egípcios e chegou a ser dominado em alguns momentos. Criou poucas oportunidades de gol e levou alguns sustos, mas, no final, fez valer sua maior qualidade técnica. A vitória veio com gols de Alexandre Pato e Luiz Adriano, dois jovens vindos das categorias de base do clube.

Se o final de jogo foi tenso, o início foi animador. Diante de um rival fraco tecnicamente, o Colorado se impôs e deu a impressão de que venceria com certa facilidade. Só não abriu o placar mais cedo devido à tensão natural de um jogo de estréia, e também porque optou por estudar melhor o Al Ahly.

Depois de 'cozinhar' o jogo nos primeiros instantes, o Inter abriu o placar aos 23min. Fernandão fez o passe para Alexandre Pato, que foi desarmado na entrada da área. Mostafa dividiu com Alex e a bola voltou ao atacante colorado. De frente para o gol, ele bateu rasteiro no canto direito do goleiro El Hadary. Um gol empolgante, não só pela vantagem, mas também pela confirmação do brilho do jovem goleador, que já havia se destacado diante do Palmeiras, em seu primeiro jogo como profissional.

Só que o gol, ao invés de aumentar a confiança, fez o Inter se acalmar. Já o time do Egito aumentou o gás e foi em busca do empate, que não veio por muito pouco. Aos 36min, Nahas cobrou falta da entrada da área e exigiu uma boa defesa de Clemer, que se esticou todo e mandou para escanteio. Depois, Aboutrika pegou a sobra na área e acertou um belo voleio. A bola explodiu na trave, para alívio dos colorados.

Ao invés de se ajeitar no intervalo, o Inter piorou. Perdido em campo, deu espaço para o Al Ahly, que foi para cima e logo conseguiu o empate. O gol saiu aconteceu numa cobrança de lateral, prova do desacerto dos brasileiros. Tarek Said recebeu e rapidamente cruzou para a área. Flavio aproveitou que Clemer estava adiantado e tocou de cabeça por cima do goleiro.

Apesar da igualdade, o gol até trouxe algum benefício para o Inter, já que os egípcios se acalmaram um pouco. Cautelosos, passaram a controlar o jogo, que ficou morno novamente. Os lances de gol ficaram raros, e a disputa se resumiu ao espaço entre o meio-campo e a intermediária.

A apreensão dos colorados aumentou com as saídas de Alexandre Pato e Hidalgo, ambos contundidos. Mas, por ironia, foi justamente a contusão do atacante que garantiu a vitória do Inter. Aos 27min, Ceará cobrou escanteio da direita. Luiz Adriano, que havia entrado há pouco no lugar de Pato, se antecipou à marcação e mergulhou, raspando a cabeça na bola. Ela ainda tocou no pé da trave antes de entrar.

Sem forças para reagir, o Al Ahly praticamente morreu depois do gol. O Inter, mesmo nervoso, conseguiu se segurar bem, já com Vargas no lugar de Iarley. O time brasileiro ainda teve boa chance de marcar quando Fernandão invadiu a área pela direita. O goleiro Abdelhamid, que havia substituído o titular El Hadary, contundido, fez a defesa. Mas já era tarde para os egípcios. O Inter, pela primeira vez na história, vai buscar o título de campeão mundial.

INTERNACIONAL 2 X 1 AL AHLY (EGI)

Inter:

Clemer; Ceará, Índio, Fabiano Eller e Hidalgo (Rubens Cardoso); Edinho, Wellington Monteiro, Fernandão e Alex; Alexandre Pato (Luiz Adriano) e Iarley (Vargas).

Técnico: Abel Braga

 Fonte : Yahho! Esportes


Loading. Please wait...

Fotos popular