Pravda.ru

Desporto

Zidane contra Materazzi

13.07.2006
 
Zidane contra Materazzi

O médio francês Zinedine Zidane falou esta quarta-feira, pela primeira vez, sobre a agressão ao italiano Marco Materazzi, que lhe valeu a expulsão na final do Campeonato do Mundo.

O capitão francês, que deu uma cabeçada no defesa adversário, queixa-se de ter sido insultado e pede justiça para quem o provocou.

«Materazzi disse-me palavras muito duras, que repetiu várias vezes. Palavras que são mais duras que os gestos. Os gestos passam depressa, são as palavras que me tocam bem fundo. Atingiram a minha mãe, a minha irmã. Sou acima de tudo um homem. Era melhor ter levado um murro de direita na boca que entender isto. O que fiz não se faz. Foi visto por milhões de crianças. Peço desculpa. Mas ao mesmo tempo não me arrependo. Se me arrependo isso quererá dizer que ele teve razão para dizer o que disse, o que não é verdade. Sem provocação não há reacção. Sancionou-se a reacção. Será que vocês acreditam que me deu prazer fazer o que fiz? O meu gesto não tem perdão, mas digo que é preciso castigar o verdadeiro culpado», disse Zidane ao Canal Plus.


O italiano reagiu de imediato, negando tudo.

«Não lhe disse nada que tenha a ver com racismo, religião ou política. Não falei da mãe dele. Perdi a minha mãe aos 15 anos e ainda hoje me custa a falar disso. Obviamente que não sabia que a senhora estava no hospital, e desejo-lhe as melhoras», disse Materazzi à Gazzetta dello Sport.

Gazzetta dello Sport comenta a situação:”O que este idiota precisava era de jogar uma epoca na distrital...
As palavras que o Materazzi possa ter dito tinham como único objectivo enervar este idiota, e não ofender directamente a mãe ou irmã dele...muitos jogadores o fazem, incluindo os franceses. Se ele como profissional não tem capacidade de encaixe e para resolver a situação de outra forma, é pena...mas foi muito bem expulso, devia perder a bola de ouro e ser suspenso 10jogos (embora não os cumpra porque vai deixar de jogar).
Dizer que pede desculpa e que está errado, más que não se arrepende..é gravissimo...! “

Os franceses responderam ao trauma com humor, informa Mais Futebol. Enquanto os italianos festejaram o título mundial, os gualeses ocuparam o tempo a compor uma música que serve para desdramatizar a cabeçada de Zidane a Materazzi na final do Mundial. «Coup de boule» é já um êxito musical, que deverá ser passado a disco e videoclip em breve.

E tudo parece ter partido de uma acção de dois amigos, apenas por recriação pessoal. A velocidade da Internet (e dos mails) levou a que um operador de rádio colocasse a música no ar (na estação Skyrock) e a partir daí nunca mais o refrão saiu da cabeça dos franceses. «Zidane il a tapé» (Zidane acertou-lhe) ao ritmo caribenho faz dançar uma nação, que tenta lidar com o desaire da forma mais airosa.

O jornal «Libération» divulgou que a canção terá sido criada por três analistas de música para publicidade, Emmanuel e Sébastien Lipszyc, proprietários da «Plage Records», e o compositor Franck Lascombes. A inspiração terá partido de uma frase utilizada constantemente por um relatador: Zidane y va marquer. É verdade que marcou, até na própria final, mas «il a tapé» Materazzi, pelo que o trocadilho tornou-se evidente.
Muito animada, a música começa de forma humorada: «Attention, c'est la danse du coup de boule. Coup de boule à droite, coup de boule à gauche, allez les Bleus. Zidane il a frappé, Zidane il a tapé, l'arbitre l'a vu à la télé, mais la coupe on l'a raté, on a quand même bien rigolé».

Os entusiastas do futebol não se têm cansado de inundar a Internet com gestos de humor relacionados com a «coup de boule» de Zidane. Desde repetições, até jogos em que o utilizador é incitado a acertar em Materazzi.


Loading. Please wait...

Fotos popular