Pravda.ru

Desporto

Alemanha candidata-se

13.06.2010
 
Pages: 12
Alemanha candidata-se

Há homens, há rapaziada. Alemanha apresentou-se nesta tarde como primeiro candidato à FIFA 2010, aquele motor funciona mesmo. Para quem duvidar, vejam este espaço. Enquanto as outras equipas andaram a brincar para não sofrer, Alemanha desfez a Austrália. 4-0 fala por si.

Argélia 0 Eslovénia 1: A irresponsabilidade de Ghezzane

Argélia pode ter perdido este jogo, mas revelou um excelente grupo de jogadores que travaram uma batalha equilibrada com a Eslovénia, o impasse sendo quebrado pela expulsão de Ghezzal depois de dois atos de irresponsabilidade em que recebeu dois cartões amarelos totalmente evitáveis. No entanto, não excluam para já os homens Saadane.

Argélia começou de forma agressiva, ganhando um pontapé-livre fora da área, executado por Belhadj, que obrigou a uma grande defesa o goleiro da Eslovénia Handanovic. O jogo seguiu a norma para os jogos de abertura no estágio final de uma Copa do Mundo, ambas as equipes sendo mais cuidadosas do que aventureiras, jogando como um bloco e não correndo quaisquer riscos.
Koren, capitão da Eslovénia (melhor jogador em campo para a FIFA) viu o seu remate perigoso bloqueado aos 15' e aos 22', Chaochi, goleiro da Argélia, tinha que sair rapidamente da sua linha para desviar o tiro de Kirm na sequência de um ponta-pé livre.

Argélia começou a avançar mais depois da meia-hora e o livre resultante da falta de Radosavljevic contra Belhadj, aos 35, resultou em uma disputa na boca da baliza. O segundo canto não teve resultado mas a Argélia manteve a pressão e aos 37 ', Halliche quase abriu o placar depois de colocar-se em uma boa posição na frente da baliza. Dois minutos depois, Halliche cabeceou por cima, em um período crescente para a Argélia.

Aos 39’, outra incursão pelo excelente Belhadj pela esquerda encontrou Matmour fora da área, mas seu remate passou por cima da trave. Eslovénia, tentando contrariar a tendência do jogo, aos 41’, começou a construir mais ataques e, apesar do canto aos 42 fracassar, aos 42', Chaochi teve de efectuar uma defesa espetacular para negar Birsa, que mandou um foguete direto ao alvo de 20 metros. O primeiro tempo terminou com a Eslovénia montando a pressão sobre Argélia depois de 45 minutos de futebol equilibrado.

Na segunda parte Matjaz Kek enviou sua equipa no relvado para manter a pressão: Novakovic esteve fora-de-jogo aos 48 ', mas voltou a Argélia. Aos 50 ' Djebbour perdeu o controle da bola na boca da baliza e aos 51' Ziani tentou a sorte com um tiro de fora da área. Kek substituído Dedic, trazendo Ljubijankic em 53 ', Argélia responder com um pontapé livre de Belhadj obrigando Handanovic à melhor defesa da tarde.

Rabah Saadane substituíu Djebbour por Ghezzal, que não tinha estado no campo mais do que um minuto antes de receber um cartão amarelo por puxar a camisa de um adversário nas aos 70’, ele enviou seu cabeceamento pouco por cima de uma distância de 7 metros. Aos 72 ', ele recebeu seu segundo cartão amarelo por mão na bola e foi expulso. Destruiu o ritmo de jogo da Argélia por pura estupidez e falta de responsabilidade..
Koren abriu o placar aos 79 ', convertendo um passe da esquerda com um remate que ressaltou na frente de Chaochi. 1-0 para a Eslovénia.
Saadane reagiu enviando Saifi por Matmour e, em seguida, Guedioura que substituiu Kadir e Argélia, desfalcado, tentou manter o ritmo. Kek tirou Birsa, substituído por Pecnik, depois Radosavljevic, rendido por Komac mantendo o status quo, e o placar.

Equipes/equipas

Argélia: Chaochi, Bougherra, Belhadj, Yahia, Halliche, Lacen, Djebbour, Matmour, Ziani, Yebda, Kadir

Eslovénia: Handanovic, Breko, Suler, César, Koren, Birsa, Novakovic, Jokic, Dedic, Kirm, Radosavljevic

Sérvia 0 Gana 1

Um penalty aos 85’ veio resolver este jogo equilibrado entre duas equipes equilibradas.

Desde o início ambas as equipas, orientadas por técnicos sérvios, adoptaram um plano de jogo organizado e agressivo, pano de fundo para uma primeira parte de ondas atacantes vermelhas (Sérvia) e brancas (Gana) que resultaram em uma série de meias-hipóteses para as equipas de Radomir Antic e Milovan Rajevac, respectivamente.

Após o intervalo, o Gana teve a melhor chance do jogo aos 54 ', A.Ayew cabeceou ao lado depois de bater Vidic. Um minuto depois, o mesmo jogador enviou mais um tiro por cima. Sérvia cresceu novamente, Zigic em boa posição aos 58’, não conseguindo controlar o seu remate de cabeça na frente da baliza aos 58 '. 59 ', A. Gyan (melhor jogador em campo para FIFA) cabeceou contra o poste.
O seleccionador Antic da Sérvia tentou dar mais consistência, tirando Milijas e enviando Kuzmanovic, após 62 ', em seguida, aos 70', Lazovic para Zigic. Rajevac respondeu para o Gana, e enviou Appiah para Asamoah. Lukovic recebeu seu segundo cartão amarelo e foi expulso aos 74’ por puxar o braço do adversário.


Antic usou sua última carta, Jovanovic substituído por Subotic. Sérvia cresceu. Em 79 ', uma defesa brilhante de Kinson, negando Krasic. Segundos depois, Vidic cabeceou um pouco por cima.
Mas o jogo seria resolvido aos 84'. Mão na bola por Kuzmanovic, na área. Recebeu um cartão amarelo e Sérvia concedeu um penalty, convertido habilmente por A. Gyan. 1-0 (85 '). Aos 90’, o mesmo jogador enviou um remate ao poste de Stojkovic. Se alguma das duas equipas mereceu ganhar esta tarde, foi Gana pelas hipóteses de golo criados e concretizados.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular