Pravda.ru

Desporto

Caso Robinho:Real corre o risco de ser punido pela Fifa

13.06.2007
 
Caso Robinho:Real corre o risco de ser punido pela Fifa

Como a chegada do atacante Robinho do Real Madrid à Granja Comary, em Teresópolis, onde a seleção brasileira se prepara para a Copa América não aconteceu a CBF admitiu ir à Fifa e comunicar o principal órgão do esporte sobre o imbróglio envolvendo o ex-jogador do Santos, noticia esta quarta-feira (13) Vol Esporte. Ele teria de se apresentar na terça com o restante do elenco convocado para a disputa da competição continental, mas não foi liberado pelo clube.

O Real segurou Robinho para o jogo contra o Mallorca, pela última rodada do Campeonato Espanhol. Uma vitória dá ao time de Madri o título nacional, o que não acontece desde a temporada 2002-2003.

Assim, CBF e Real vão à Fifa para resolver o problema. A entidade pede punição caso Robinho dispute a partida decisiva, enquanto o clube quer que seja homologada a liberação do atleta.

De acordo com o agente do atacante, Wagner Ribeiro, em entrevista à "Sportv", o Real vai usar uma carta enviada à CBF, quando aconteceu a pré-convocação para a Copa América, para justificar a presença do jogador contra o Mallorca.

No documento, o clube informou a CBF que não liberaria o jogador por causa da importância do confronto. À época, a entidade brasileira não se manifestou, o que justificaria a atitude dos espanhóis. A CBF só se manifestou na terça-feira, quando negou a liberação nos dois fax emitidos pelo Real.

Segundo o jornal espanhol "Marca", o Real corre o risco de ser punido pela Fifa com a perda de pontos caso escale o jogador nesse final de semana na partida decisiva contra o Mallorca pela última rodada do Campeonato Espanhol.

No entanto, a Federação Espanhola está reunida a pedido do Real Madrid para saber qual decisão tomará por causa do comunicado da CBF. Na Europa, a nova informação que circula é de que o clube merengue teria apenas que pagar uma multa por desobedecer o estatuto da Fifa.


Loading. Please wait...

Fotos popular