Pravda.ru

Desporto

Scolari lamenta-se da inexperiência da equipa

12.09.2007
 
Scolari lamenta-se da inexperiência da equipa

O treinador da equipa nacional portuguesa, Luiz Felipe Scolari, admite que contava por esta altura ter mais dois pontos na qualificação para o Euro-2008. Os problemas que Portugal tem sentido na qualificação são atribuídos à inexperiência da equipa, segundo Mais Futebol.

«Não esperava estar numa situação de desconforto. Hoje esperava estar com mais dois pontos, que me dariam mais tranquilidade», afirmou o seleccionador na véspera do jogo com a Sérvia.

O treinador justifica as dificuldades com a juventude da equipa, e recorrendo ao empate com a Polónia, no sábado, para dar um exemplo: «Daquela selecção de 2002 só temos 3 ou 4. Se tivéssemos jogadores mais experientes, que tivessem vivido outros campeonatos, provavelmente não teríamos entregue a bola ao adversário aos 43 minutos de jogo. Mas somos novos, tenho que aceitar, tenho que ensinar.»

«São coisas que acontecem e que vamos ter que viver neste momento para depois crescermos e aí chegarmos a um grupo como o anterior. É normal, é assim que vai acontecer. Só que é claro que esperava dois pontinhos a mais», insiste. «Não digo que a equipa está uma maravilha porque não está», acrescenta.

Scolari defende também que as contas do grupo se complicaram com o facto de a Finlândia estar também na corrida ao apuramento: «Tínhamos apontado três selecções, as que estiveram no Mundial, como prováveis candidatas. Hoje temos quatro. Não esperávamos, nem a Sérvia, ter um jogo decisivo na nona ou 10ª jornada, em que uma equipa perdendo praticamente fica fora da qualificação. Temos quatro equipas para duas vagas.»

Perante este cenário Scolari entende perfeitamente as palavras de Gilberto Madaíl, que alertou para o carácter decisivo da partida com a Sérvia. «O presidente não disse nada de novo. Transmitiu aquele que é o pensamento de todos, incluindo eu e os jogadores. Se tivermos um mau resultado com a Sérvia praticamente dizemos adeus ao Euro.»

Para que a presença na Aústria e Suíça seja garantida, o seleccionador mantém a fasquia no mesmo ponto. «Continuo a apontar para os 28 pontos. Se ganharmos todos os jogos alguém terá perdido pontos, porque há confrontos entre adversários. Mas temos de chegar aos 28 pontos», disse Scolari, que não foge às responsabilidades: «Se não ganharmos à Sérvia a culpa é minha, se nao formos ao Euro o mal é de todos.»

Para que o objectivo continue a ser perseguido a equipa das quinas terá de vencer a Sérvia esta quarta-feira. Um adversário que apresenta muitas semelhanças com Portugal, no entender de Scolari. «A Sérvia tem um futebol muito parecido com o português e o brasileiro. Trabalha muito bem a bola. Tem muitas semelhanças com o futebol português», disse o seleccionador.


Loading. Please wait...

Fotos popular