Pravda.ru

Desporto

Portugal conseguiu o que não era impossível: vencer Rússia

11.10.2006
 
Portugal conseguiu o que não era impossível: vencer Rússia

Os sub-21 portugueses conseguiram ontem o que muitos achavam impossível: uma vitória, por 3-0, sobre a Rússia, que garante assim a participação na fase final do Campeonato da Europa de 2007, na Holanda.

Eram precisos três golos e o treinador da selecção portuguesa José Couceiro não se cansou de repetir que era possível Portugal eliminar a Rússia e qualificar-se para a fase final do Europeu de sub-21, que se realiza no próximo ano na Holanda. A selecção fez jus ao nome de esperanças e nunca desistiu do objectivo. Foi recompensada, quando Taranov marcou um auto-golo e fez o 3-0 que Portugal precisava, depois de João Moutinho e Yannick Djaló terem feito os dois primeiros tentos portugueses.

Com os olhos na baliza russa desde o apito inicial do árbitro, Portugal instalou-se no meio-campo de ataque - com os adversários a defenderem, acreditando que os 4-1 da primeira mão eram suficientes para garantir a eliminatória. Aos 31 minutos, João Moutinho desbravava o caminho da reviravolta.

Com três centrais a segurar a defesa - Amoreirinha, Miguel Veloso e Manuel da Costa - os sub-21 portugueses poucos sustos sofreram. Recuperavam rapidamente a bola, mas a defensiva russa não facilitava. Perto do intervalo, Kolesnikov foi expulso e Couceiro arriscou no segundo tempo. Tirou Manuel da Costa e colocou um extremo, Hélder Barbosa.

O risco atacante era necessário e, aos 65 minutos, Djaló aproveitou uma das raras desatenções dos centrais da Rússia para colocar Portugal mais perto do Euro 2007. Pouco depois Taranov deixou a equipa russa abatida e Portugal em festa.

Sem reacção de um adversário que foi dominado durante 90 minutos, a selecção de sub-21 alcançou um resultado justo no Estádio Jorge Sampaio, Complexo Desportivo de Pedroso.

O capitão João Moutinho foi o melhor jogador da equipa portuguesa frente aos russos. No final da partida, o médio não escondeu a satisfação por ter alcançado um apuramento que, garantiu, nunca esteve em causa para os jogadores. “Sempre acreditámos que iríamos passar. Agradecemos a este grande público a força que nos deu. A Rússia vinha fazer o seu jogo, tentar o contra-ataque, mas efectuámos uma grande exibição e estamos na fase final do Euro”, disse.

O treinador da selecção russa de sub-21, Viktor Losev, achou que o juízo durante o jogo tinha o nível muito baixo. Segundo ele o juiz não foi preparado muito bem para este jogo. Mas Losev entende que esta razão da perda do jogo não é única. “Durante o jogo nós tinhamos menos jogadores do que na selecção portuguesa que é muito forte. Mas havia outros problemas. Estamos decepcionados com o resultado.”


Loading. Please wait...

Fotos popular