Pravda.ru

Desporto

Técnico da Rússia foi o mais bem pago da Copa do Mundo 2014 no Brasil

11.09.2014
 
Técnico da Rússia foi o mais bem pago da Copa do Mundo 2014 no Brasil. 20844.jpeg

RIO DE JANEIRO/BRASIL -  Fabio Capello, técnico da Rússia, com um salário anual de R$ 25 milhões é o mais bem pago dos treinadores que estiveram na Copa do Mundo deste ano no Brasil. Felipão, ex-técnico da seleção brasileira foi o quarto mais bem pago, com um salário anual de R$8,9 milhões.

O segundo mais bem pago é o técnico da Inglaterra, Roy Hodgson, com R$ 13 milhões anuais. Em terceiro lugar está Cesare Prandelli, técnico da Itália, com um salário anual de R$ 9,6 milhões. Fechando a lista aparece Miguel Herrera, do México, com R$ 467 mil.

Por ANTONIO CARLOS LACERDA

PRAVDA.RU

O levantamento também mostra que a maior parte dos técnicos que estiveram na Copa são alemães. Eles comandaram a própria Alemanha, a Suíça, os Estados Unidos e Camarões. Das 32 seleções, 14 respondem a técnicos estrangeiros.

De acordo com levantamento, o salário mais próximo da média da população nacional é o de Niko Kovac, da Croácia. Ganhando R$ 602 mil por ano, ele está "só" 19 vezes acima da média salarial croata, segundo dados da ONU. Confira o salário de todos os técnicos que estiveram na Copa do Mundo no Brasil deste ano:

 

Técnico                   Seleção                                   Salário

 

Fabio Capello        Rússia                                       R$ 25 milhões

Roy Hodgson         Inglaterra                                 R$ 13 milhões

Cesare Prandelli   Itália                                          R$ 9,6 milhões

Filipão                    Brasil                                         R$ 8,9 milhões

Ottmar Hitzfeld    Suíça                                          R$ 8,3 milhões

Joachim Löw          Alemanha                               R$ 8 milhões

Del Bosque             Espanha                                  R$ 7,4 milhões

Louis van Gaal        Holanda                                  R$ 6,1 milhões

Zaccheroni              Japão                                       R$ 6 milhões

Kilinsmann              EUA                                          R$ 5,8 milhões

Deschamps             França                                      R$ 4,8 milhões

Paulo Bento            Portugal                                  R$ 4,8 milhões

Carlos Queiroz       Irã                                                       R$ 4,6 milhões

Jorge Sampaoli     Chile                                         R$ 3,9 milhões

Jose Pekerman      Colômbia                                 R$ 3,7 milhões

Postecoglou           Austrália                                 R$ 3,1 milhões

Oscar Tabarez        Uruguai                                   R$ 2,8 milhões

Sabri Lamouchi      Costa do Marfim                   R$ 2,3 milhões

Vahid Halihodzic    Argélia                                     R$ 2,2 milhões

Marc Wilmots        Bélgica                                     R$ 1,9 milhão

Fernando Santos   Grécia                                      R$ 1,9 milhão

Sabella                    Argentina                                R$ 1,8 milhão

Hong Myung-Bo    Coréia do Sul                         R$ 1,7 milhão

Luis Suarez              Honduras                                R$ 1,4 milhão

Reinaldo Rueda               Equador                                  R$ 1,2 milhão

Jorge Luis Pinto     Costa Rica                               R$ 980 mil

Volker Finke            Camarões                               R$ 879 mil

Stephen Keshi        Nigéria                                     R$ 870 mil

Safet Susic              Bósnia                                      R$ 786 mil

Niko Kovac              Croácia                                  R$ 602 mil

Kwesi Appiah         Gana                                       R$ 561 mil

Miguel Herrera     México                                     R$ 467 mil.

 

ANTONIO CARLOS LACERDA é Correspondente Internacional do PRAVDA.RU

 


Loading. Please wait...

Fotos popular