Pravda.ru

Desporto

Que começo! Bafana Bafana e El Tri honram o jogo

11.06.2010
 
Que começo! Bafana Bafana e El Tri honram o jogo

África do Sul (Bafana Bafana - "Os Rapazes", em Zulu) e México (El Tri, por causa das três cores), proporcionou um excelente início de Copa do Mundo 2010 nesta sexta-feira 11 de junho em Johannesburgo JSC, às 16h00 (SA) num divertido jogo de futebol que terminou em um empate 1-1, ambos os gols marcados na segunda parte.


México deu o pontapé de saída neste jogo inaugural do Campeonato no Grupo A, obteve o primeiro cartão amarelo e foi mais perto de marcar numa primeira parte sem gols em que o herói foi o goleiro sul-Africano, Khune, que fez duas fabulosas defesas. A primeira veio antes de 2 ', quando defendeu um remate de cabeça por Guillermo Franco, e a segunda, meia hora mais tarde, novamente negando Franco, depois do atacante mexicano dominar o esférico com o peito e atirar à curta distância. Khune defendeu de reflexo, sendo esta defesa com certeza concorrente para a mais bela jogada de goleiro na FIFA 2010.


Para além destas chances, o México viu as tentativas de dos Santos (4 'e 18'), o filho de um jogador de futebol brasileiro, e Franco (40 ') irem ao lado da baliza depois de Carlos Vela colocar a bola na rede, mas de um posição de fora de jogo.


O início do jogo pertencia ao México, mas a África do Sul começou a criar de seu jogo de conjunto, crescendo depois dos 15 ' e acabou a primeira parte com força, com quatro cantos, quase seguidos. O processo de crescimento e confiança continuou após o intervalo. O técnico brasileiro da África do Sul, Carlos Alberto Parreira, tinha substituído Thwala por Masilela no intervalo e após 57 ', Tshabalala, melhor jogador em campo, abriu o marcador para o time da casa, recebendo um passe perfeito que quebrou a defesa mexicana, disparando seu tiro para o canto superior direito da baliza de Oscar Perez, causando o delírio na maior parte dos 84 490 adeptos.


Dos Santos, animada o México, exigiu outra defesa espetacular de Khune aos 61’. Tentando virar o jogo, Jaime Aguirre substituindo Aguilar por Guardado, depois Vela por Blanco. No entanto, foi a África do Sul, que continuou pressionando, uma jogada maravilhosa começando com Modise e Pienaar vendo Mphela atirar ao lado aos 69. Aos 72 ', Oscar Perez salvou o México com uma bela defesa, bloqueando Modise na frente do gol.


Aguirre usou a sua terceira substituição aos 73 ', tirando Franco e enviando Hernandez para o campo. Depois, o México começou a crescer e depois de 79 minutos, Marquez empatou o marcador depois de receber um cruzamento de Guardado. Parreira tentou manter o impulso da África do Sul, o envio de Parker para substituir o cansado Pienaar aos 82 '.


Este excelente jogo de futebol continuou delirando os adeptos até ao final, Hernandez tomando uma posição frente ao Khune, cabeceando por cima com três minutos de tempo normal restantes e um minuto antes do fim, Mphela fez uma corrida espetacular no meio da defesa, mas mandou a bola contra o fundo do poste esquerdo com Óscar Perez vencido.


México é um time útil com alguns excelentes jogadores, como dos Santos, Salcido, Juarez, Aguilar, a questão é que é muito lento a sair da defesa, enquanto a África do Sul trabalha em torno de um sólido bloco defensivo, liberando seus jogadores de frente que parecem muito perigosos quando correm contra a defesa adversária. No entanto, os defesas centrais/zagueiros pareciam desorganizados em várias ocasiões durante este maravilhoso jogo de abertura do Mundial.


Equipas/Equipes
África do Sul:
Khune, Gaxa, Mokoena, Tshabalala, Mphela, Pienaar (Parker), Modise Letsholonyane, Dikgacoi, Thwala (Masilela), Khumalo
Cartões amarelos: Masilela, Dikgacoi


México: Perez, Rodriguez, Salcido, Marquez, Osorio, Torrado, Franco (Hernandez), Vela Blanco (), Guardado (Aguilar), Juarez, dos Santos
Cartões Amarelos: Juarez, Torrado

Traduzido da versão inglesa por Fátima CHANTRE

Autor:


Timothy BANCROFT-HINCHEY
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular