Pravda.ru

Desporto

Jogos Pan-Americanos e Globo

10.08.2007
 
Pages: 12
Jogos Pan-Americanos e Globo

Rede Globo botou a viola no saco

Por que a Globo calou Galvão Bueno na festa do Pan? Que se queira ou não, que se goste ou não, a Rede Globo é uma das mais poderosas redes de TV do mundo. Sustenta, há muitos anos, a maior audiência brasileira. Porém, essa mesma emissora, que tem no povo a sua principal fonte de renda, mais uma vez desrespeitou esse povo.

Por Fernando Soares Campos em 7/8/2007

Por que a Globo calou Galvão Bueno na festa do Pan? Que se queira ou não, que se goste ou não, a Rede Globo é uma das mais poderosas redes de TV do mundo. Sustenta, há muitos anos, a maior audiência brasileira. Porém, essa mesma emissora, que tem no povo a sua principal fonte de renda, mais uma vez desrespeitou esse povo. Isso não seria novidade alguma se o que estou pretendendo dizer fosse apenas no sentido da manipulação que essa emissora promove através de sua programação, distorcendo fatos, acariciando os amigos, raposas políticas, e massacrando os inimigos, com golpes baixos, ora veiculando meias-verdades, ora mentindo escancaradamente.

Desta vez a Rede Globo desrespeitou seu público por tê-lo abandonado.

A Globo fez uma milionária cobertura dos Jogos Pan-Americanos, o Pan do Brasil 2007. Até contratou uma equipe de atletas famosos, celebridades do mundo dos esportes, para acompanhar e comentar as diversas modalidades esportivas com abalizadas opiniões de quem entende do assunto. Os esportistas prestaram assistência aos repórteres e âncoras dos diversos programas da emissora, e o telespectador saiu ganhando, pois muitas dúvidas de caráter técnico foram esclarecidas, assim como discorreram didaticamente sobre os preparativos para as disputas, as regras dos jogos. Enfim, descontando algumas compreensíveis bobagens que um ou outro possa ter dito, no geral o apoio logístico trouxe benefícios à cobertura da Globo no Pan 2007. A meu ver, Hortência Marcari, por exemplo, desempenhou muito bem o seu papel de comentarista.

"Que raiva, mãe!"

Não se é obrigado a gostar do Galvão Bueno, mas ele é um dos empregados da Globo que mais vibra com a emissora. Tenho certeza de que ele se sentiu mal vendo a festa do Pan do Brasil e não podendo estar na tela da Globo para dizer as bobagens dele, bobagens alegres. Imagine o Galvão, aqui no Brasil, no Rio de Janeiro, impedido de vibrar na festa de encerramento do Pan.

A Globo ficou com a maior fatia de toda a grana da publicidade e, no final, abandonou o seu público. Fartou-se com as verbas da Caixa, da Petrobras... muitos milhões! E, na festa de encerramento, abandonou seu público. Deixou o Faustão no ar. Orra, meu! Isso não se faz.

Muita gente preparou seus cartazes para a festa de encerramento. São aquelas pessoas que gostam de dar adeuzinho para as câmeras, brincar com Galvão Bueno, exibir frases engraçadas.

**

"Galvão, é nóis no Pan!"

**

"Mãe, tô na Globo!"

**

"Galvão, a gente se encontra em Guadalajara!"

Dessa vez, exibiram os cartazes para o vácuo, pois todos pensavam que a Rede Globo estava transmitindo a festa do Pan. Ergueram seus cartazezinhos, pularam e gritaram para as câmeras. Ao tomarem conhecimento de que passavam por palhaços... "Que raiva, mãe!"

A novela dos cubanos

No sábado, 28/07/2007, véspera da festa de encerramento dos Jogos Pan-Americanos do Brasil, na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, a Rede Globo de Televisão colocou repórteres nos calcanhares da delegação cubana, acompanhando-a até o aeroporto do Galeão, informando ao público que eles estavam abandonando o evento, voltando a Cuba às pressas por ordem do "ditador" Fidel Castro, que temia uma fuga de atletas cubanos em massa...

Alardearam para os quatro cantos do mundo:

**

Cubanos voltam às pressas para casa por ordem do governo

**

O governo cubano mandou que voltassem às pressas os atletas que disputaram o PAN.

**

Motivo oficial: alguns deles estariam sendo assediados por emissários de clubes da Europa.

**

Motivo não-oficial: haveria o risco de uma deserção em massa. (Blog do Noblat)

Motivo oficial e motivo não-oficial! Essa foi demais!

Agora, tomamos conhecimento de que nada disso é verdade. O administrador da Vila do Pan informou que, desde a chegada da delegação cubana, foi informado e registrado que os cubanos retornariam ao seu país daquela forma, em grupos e dias determinados, conforme a disponibilidade de vôos dos cubanos.

O grupo de cubanos que viajou na véspera da festa de encerramento do Pan saiu de Cuba com aquela programação, tudo estabelecido para acontecer conforme aconteceu.

. A Rede Globo, como sempre, deu mais uma rasteira no público: informou que os cubanos estavam fugindo, estavam sendo conduzidos às pressas por ordem de Fidel. Que vergonha! A Globo, sim, fugiu do Maracanã para não mostrar os cubanos que

ficaram, conforme programado, de acordo com sua a organização, para a festa de enceramento. Tentaram humilhar o povo cubano, informando, do aeroporto, ao vivo, que os atletas cubanos estavam sendo levados às pressas. Fugindo, ou tangidos como gado!

Pura armação!

Gente sem pão, ficou com o circo

O que diria Galvão Bueno na festa de encerramento do Pan diante dos 200 cubanos que entraram no Maracanã representando seu país?

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular