Pravda.ru

Desporto

Rússia e Brasil não vão boicotear Jogos Olímpicos em Pequim

09.04.2008
 
Rússia e Brasil não vão boicotear Jogos Olímpicos em Pequim

Os apelos de alguns países e organizações a boicotear os Jogos Olímpicos 2008 em Pequim contradizem a natureza e ideário do evento , declarou vice - primeiro-ministro russo , Alexandr Zhukov. “ É inadmissível misturar a política com o desporte .

 Os intentos de boicotear são incompatíveis com os ideais olímpicos”, disse Zhukov em uma entrevista a Ria Novosti, em Pequim , onde acontece a 16 Assembléia Geral da Associação dos Comitês Olímpicos Nacionais.

Nas vésperas da Olimpíada de verão que se inaugura na capital chinesa no próximo dia de 8 de agosto , os políticos de alguns países ocidentais (Polônia e França) panteiam a necessidade de boicotear estes Jogos sob pretexto de “ ignorância por China dos direitos humanos”.

Segundo a agência Lusa, o Comitê Olímpico Brasileiro também rejeitou na segunda-feira qualquer proposta de boicote aos Jogos Olímpicos, se colocando contra a politização das Olimpíadas.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou esta semana que não vai estar presente na cerimônia de abertura dos Jogos, que ocorrem entre 8 e 24 de agosto, mas garantiu que a decisão não possui motivação política.

 A China está enfrentando críticas internacionais pela forma como lidou com as manifestações contra o domínio chinês no Tibete, que começaram em 10 de março e se tornaram violentas quatro dias depois, antes de se espalharem a outras províncias ocidentais chinesas de forte influência étnica tibetana.


Loading. Please wait...

Fotos popular