Pravda.ru

Desporto

Vermelho para Scolari

09.02.2009
 
Vermelho para Scolari

Site oficial do Chelsea FC confirma que Luiz Felipe Scolari foi demitido na segunda-feira, agradecendo “os muitos positivos” que trouxe à formação londrina mas lamentando a falta de resultados – nos últimos jogos, perdeu por 2-0 ao rival direto, Liverpool FC e empatou em casa com Hull City (0-0), com péssimo jogo e vaias entre os adeptos. Felipão precisava de tempo para se adaptar ao futebol inglês mas no Chelsea, Abramovic paga bem e espera ganhar todos os jogos.

Entendendo que “foi a única opção” que o clube poderia tomar, para manter a competitividade nas competições em que está ainda envolvido, Chelsea FC declarou que “Felipe trouxe muitos positivos ao clube desde a sua chegada e todos nós estamos tristes que a nossa relação terminou tão depressa”.

“Infelizmente os resultados e empenho da equipa pareciam estar a deteriorar-se numa altura crítica na temporada,” continuou o comunicado oficial depois de afirmar que “a administração de Chelsea FC queria registar sua gratidão pela sua passagem como treinador”.

Registo de Felipão

41 partidas, 24 vitórias, 12 empates e 5 derrotas em cinco torneios mais três jogos amistosos. Pela Premier League (Campeonato Inglês), 14 vitórias, 7 empates e 4 derrotas em 25 jogos. O Chelsea FC está em quarto lugar com 49 pontos em 25 jogos, menos sete que o líder Manchester United que tem menos um jogo (1. Manchester United 24 jogos e 56 pontos; 2. Liverpool 25,54; 3. Aston Villa 25,51; 4. Chelsea 25,49). Chelsea está ainda na Liga dos Campeões e a Taça da Inglaterra (FA Cup).

Se José Mourinho surfou uma onda milionária, aproveitando-se da carteira de Roman Abramovich, Felipão herdou um Chelsea FC no final de uma era, precisando de sangue novo mas com a carteira fechada. Rumores nos bastidores acerca de alguma insatisfação entre os jogadores mais seniores da equipa parecem ter antecipado a decisão do Chelsea FC. A reacção dos adeptos no final do jogo com Hull City deve ter sido determinante.

E agora?

Scolari emitiu o seguinte comunicado: “Agradeço a oportunidade de ter trabalhado no Chelsea e no futebol Inglês. Foi uma experiência muito valiosa. Lamento que a convivência com todos não tenha sido duradoura. Desejo sorte para o Chelsea nas três competições que está disputando. Aproveito para informar que seguirei morando em Londres, e em breve atenderei a imprensa.”

Se Gianfranco Zola vai fazer a transição do West Ham para Chelsea FC haverá um lugar por preencher em Londres, no entanto outros nomes, entre os quais o treinador da seleção russa Guus Hiddink, já foram proferidos.

Em Portugal, ainda hoje, ganha forma a esperança do regresso de Felipão à seleção nacional, pelo menos entre os adeptos.

No futebol, os treinadores precisam de tempo, sorte e dinheiro. Ao Felipão faltaram estes três elementos.

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular