Pravda.ru

Desporto

Basquete sul-americano: Biguá uruguaio é campeão

07.11.2008
 
Pages: 12
Basquete sul-americano: Biguá uruguaio é campeão

Em vôo raso o «pato» arrasa: Biguá Campeão Sul-Americano invicto de basquete. O time uruguaio Biguá, é Bi-Campeão Sul-Americano de basquete desde a sexta 31 de Outubro de 2008, no torneio masculino de clubes que aconteceu no poliesportivo da cidade equatoriana de Guaiaquil.

Desde o Aeroporto Internacional de Carrasco de Montevidéu, e tendo chegue no Ginásio do clube Biguá, a delegação campeã, foi parte de uma micro-conferência de imprensa na qual falaram recebendo os bate-palmas da torcida os maiores destaques desse Campeão Zerinho, o capitão, Martín «urso» Osimani, o cestinha e jogador de maior valia do torneio, Leandro García Morales, bem mais famoso como o «Lea», o Presidente da Comissão de Basquete, Pablo «Pato» Abeal, o idoso da turma e ícone do clube, Juan José «sapo» Rovira e encerrando a cerimônia o treinador argentino, Nestor «Che» García quem segurou esta barra de chefiar o time Campeão da Liga Uruguaia de Basquete 2007-2008 pois adora este tipo de responsabilidade mas além disso pelo desafio de um torneio internacional como o Sul-Americano que acabou de fechar.

Na prévia o negócio era difícil com a turma toda mas faz duas semanas que o Mauricio «Pica» Aguiar, melhor jogador do Biguá e cestinha do clube nos primeiros dezessete jogos da atual LUB 2008-2009 machucou o tornozelo esquerdo impedindo sua viagem para Guaiaquil diminuindo porém as «poucas» chances de trazer o caneco e as medalhas para o requintado bairro montevideano de Villa Biarritz.

Mas só Deus e o «Che» sabem como, mas conseguiram voltar com os canecos da vitória com uma turma muito restrita quanto ao número de jogadores que participaram na quadra naquelas partidas difíceis como foi na estréia perante o Minas Tênis de Minas Gerais, logo o Libertad de Sunchales da Argentina e mais logo o Univille de Joinville, catarinense.

Confira agora os nomes e dados dos CAMPEÕES:

1 – Santiago Vidal (Montevidéu – 19 anos – 1,70m), 4 – O jamaicano Kevin Delano Young, (Saint Andrew – 24 anos – 2,08m), 5 – Joaquín «ursinho» Osimani (Montevidéu – 21 anos – 1,90m), 8 – Juan «Juanchi» Cambón (Montevidéu – 20 anos – 1,75m), 9 – Gonzalo Carvidón (Montevidéu – 21 anos – 1,85m), 10 – Leandro García Morales (Montevidéu – 28 anos – 1,85m), 11 – Martín «urso» Osimani (Montevidéu – 27 anos – 1,92m), 12 – Guillermo Nathan (Montevidéu – 20 anos – 2,01m), 14 – Juan José «sapo» Rovira Ubal (Montevidéu – 32 anos – 1,78m), 21 - Duquese Freeman Mc Kamey ( PA – 28 anos – 2,06m), 24 - Mathías Calfani (Artigas – 16 anos – 2,00m) e 33 – Carlos Gonzalo Meira (Montevidéu – 20 anos – 1,98m).

Alejandro «Galego» Alvarez foi fundamental como treinador nesta conquista pois sempre do lado do Nestor «Che» García que é o principal e compartilhando quarto em Guaiquil, encarregava-se das pesquisas tácticas dos rivais. O «Galego» quase com certeza permaneça também na Seleção Juvenil uruguaia do lado do treinador principal, Fernando «Feiticeiro» Cabrera para o sul-americanos do ano próximo em Uruguai.

Mesmo sendo uma turma muito nova, foi destaque o Professor de Educação Física: Santiago Alfaro quem conseguiu que o «pato» voasse de jeito ímpar no mato esportivo.

Rodrigo Carvidón que no decorrer desta LUB 2008-2009 é jogador do Welcome pois foi emprestado pelo Biguá no decorrer deste ano e sentindo-se «pato» da gema como todos os campeões sul-americanos fora os dois ianques, foi um dos «anfitriões» dos amigos na hora deles voltarem do Equador.

Os jornalistas colegas das emissoras de rádio CX 18 – Sport 890 (www.sport890.com.uy) Federico Buysan, que na real é comentarista mas deu uma de narrador no Sul-Americano e CX 22 – Universal (www.22universal.com), Ademar Pérez com carimbo de narrador em Montevidéu e fora a divisa uruguaia, trouxeram ao vivo as emoções, os nervos, os tempos suplementares e a vontade de roer as unhas de todos aqueles que ficáramos no Uruguai de olho neste evento internacional da elite sul-americana do basquete de clubes masculino adulto.

O Campeão Olímpico argentino em Atenas 2004, Ruben «colorado» Wolkowiski acabou de assinar contrato com o Biguá semana retrasada ficando de lado do palco no qual os vitoriosos comemoravam o último triunfo internacional uruguaio. Preparava-se para o primeiro treino ás 20 h desse dia pois a LUB não poderia esperá-los mais um minuto.

Com certeza que o Nestor García, encontrou uma turma bem mais importante daquela que ele achou tinha na hora de decolar desde Montevidéu rumo a Guaiaquil pois foram muitos os sub-23 que mostraram grande hierarquia em um evento internacional quicando a bola com qualidade, furando redes com arremessos de todos os cantinhos da quadra e encontrando uma engrenagem perfeita do time mesmo fazendo alterações constantes.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular