Pravda.ru

Desporto

São Paulo comemora a conquista do títilo mundial

06.12.2006
 
São Paulo comemora a conquista do títilo mundial

O levantador Marcelinho, o oposto Anderson, os ponteiros Giba, Dante e Samuel, o meio-de-rede Rodrigão e o líbero Serginho participaram na festa da comemoração da conquista do bicampeonato mundial da seleção brasileira masculina de vôlei parou as ruas do centro de São Paulo .

 Do time que foi campeão, cinco atletas estão ausentes: o ponteiro Murilo e os meios-de-rede André Heller e Gustavo viajaram do Japão para a Europa, e o levantador Ricardinho e o oposto André Nascimento também não vieram para o Brasil.

A maior parte da delegação desembarcou na manhã desta terça-feira no Brasil, após mais de 24 horas de viagem. O grupo de sete saiu do Ginásio do Ibirapuera em desfile em carro do Corpo de Bombeiros.

Cansaço? "Faz parte disso vir para cá. Temos um compromisso na Itália - o Campeonato Italiano começa no domingo - mas sabe a importância de estar aqui no Brasil. Sabemos que o pessoal viu, acompanhou, torceu... Nada mais justo do que vir aqui para agradecer todo esse carinho. Queria muito estar jogando aqui, não precisar ir embora. Só espero que com todos esses títulos, a gente consiga trazer empresas para patrocinar o vôlei brasileiro para a gente voltar para a nossa terra", disse Giba, o melhor jogador do Campeonato Mundial, que atua no Cuneo, da Itália. 

O ponteiro Dante, eleito melhor atacante do Campeonato Mundial de Vôlei, não poupou elogios à Seleção Brasileira, em sua opinião, o melhor time de Vôlei da história. O principal concorrente deste "título", segundo o jogador, seria a seleção da Itália da década de 90.

- Falam muito desse grupo da Itália, mas eles não ganharam Olimpíadas, nós ja ganhamos uma e estamos indo para outra - contou Dante, em entrevista ao programa Sport Center, da ESPN Brasil.
Apesar de ter vencido praticamente todos os torneios que participou, a melhor posição da Itália em Olimpíadas foi o segundo lugar. Os italianos ganharam a medalha de prata nos Jogos de Atlanta, em 1996, e em Atenas 2004, quando perdeu justamente para o Brasil, na decisão.

Contudo, a "Geração Bernardinho" do Brasil ainda perde para a Itália dos anos 90 em títulos de Ligas Mundiais e Campeonatos Mundias. Os italianos venceram a Liga, disputada anualmente desde 1990, oito vezes contra seis conquistas do Brasil (cinco com Bernardinho no comando).
Em Campeonatos Mundiais, a Itália se sagrou tricampeã em 90, 94 e 98. Com o título conquistado no domingo, o Brasil chegou ao bicampeonato, enconstando nos italianos.

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) anunciou um prêmio especial pela conquista do título. Vai dividir R$ 2 milhões para o grupo de 18 pessoas, entre jogadores e comissão técnica, que defendeu o Brasil no Mundial do Japão.

Planos para 2007 - Os jogadores admitiram que dificilmente jogarão todas as competições no próximo ano e que deve haver um rodízio na seleção. Serão cinco torneios: Liga Mundial, Pan do Rio, Copa América, Sul-Americano e Copa do Mundo

"Vamos nos reunir ano que vem, mas acho que será bom ter o pessoal mais novo ganhando experiência em algumas competições. Não sabemos o que vamos priorizar, mas o Pan é o único título que a ‘Era Bernardinho’ ainda não conquistou", afirmou Dante.


Loading. Please wait...

Fotos popular