Pravda.ru

Desporto

Rússia goleia seleção das Ilhas Salomão por 31 gols, a maior goleada da história

06.10.2008
 
Rússia goleia seleção das Ilhas Salomão por 31 gols, a maior goleada da história

Segundo o UOL Esporte, a Rússia entrou com tudo para cima da frágil seleção das Ilhas Salomão sabendo que precisava da vitória para garantir as chances de classificação à próxima fase da Copa do Mundo de Futsal, e impôs a maior goleada da história da competição. O placar de 31 a 2 superou os 29 a 2 aplicados pelo Brasil na Guatemala em 2002.

O resultado deixou a Rússia na vice-liderança do Grupo A, com os mesmos 6 pontos do Japão, que derrotou Cuba por 4 a 1 também nesta segunda. Os russos mostraram que superaram a goleada por 7 a 0 sofrida diante do Brasil no sábado e calibraram o saldo de gols, deixando os japoneses em terceiro.

O jogo começou com uma média de mais de um gol por minuto - antes dos cinco minutos iniciais, a Rússia já havia marcado sete vezes. A certa altura do jogo, o jogo ficou tão fácil para os russos que o técnico das Ilhas Salomão, Victor Waiia, tomou uma decisão inusitada.

Como o primeiro goleiro Kogua não foi relacionado para a partida e o reserva Lioka não agradou, Waiia decidiu colocar Puairana, jogador de linha, na meta do time. Puairana ficou até o fim do jogo e até conseguiu fazer algumas defesas.

Mas o dia era de consagração dos brasileiros Sirilo e Pula, que defendem a seleção da Rússia. Sirilo fez seis gols, e Pula, com nove, somou 11 no certame e assumiu a artilharia isolada, ultrapassando Falcão, que tem nove tentos.

Antes mesmo de terminar o primeiro tempo, a Rússia já dava sinais de que superaria com facilidade os 21 gols marcados pelo Brasil contra o time da Oceania, e foi por pouco que não igualou a marca já na etapa inicial. Mas o time acabou indo para o intervalo com vantagem de "apenas" 20 a 0.

Os russos voltaram para o segundo tempo com a vitória garantida e diminuíram o ritmo. Logo depois de Shayakhmetov fazer o 21º para superar a goleada brasileira, Wetney conseguiu marcar o primeiro das Ilhas Salomão. Cinco minutos depois, Lea'Alafa fez o segundo do time mais vazado da competição.

Com todos os jogadores concentrados no campo defensivo, o time de Ilhas Salomão acertou a marcação na etapa final e conseguia parar algumas jogadas de ataque do adversário, que já não tinha a mesma inspiração do primeiro tempo.

Mesmo assim, permitiu a goleada histórica, que deixa a Rússia motivada para enfrentar o Japão na quarta-feira, no duelo que vai decidir quem avança à segunda fase da competição junto com o Brasil.


Loading. Please wait...

Fotos popular