Pravda.ru

Desporto

Bravo Brasil!

03.12.2006
 
Bravo Brasil!

O Brasil vence Polônia por 3 sets a 0 no domingo, em Tóquio, e é bicampeão mundial de vôlei masculino.

A equipe de Bernardinho mostrou toda a sua superioridade em quadra para defender com sucesso o título de 2002 com uma vitória por parciais de 25-12, 25-22 e 25-17.

Em nenhum momento a seleção brasileira foi ameaçada pelos poloneses, que estavam invictos na competição e não conseguiram conter os fortes ataques e os bem estruturados bloqueios dos campeões olímpicos.

"Acho que a equipe melhorou durante o Mundial. Tínhamos ritmo e víamos a força das outras equipes, e o espírito de luta ia crescendo. Entramos nas fases finais com muita energia. A equipe jogou como vem jogando nos últimos seis anos, que tivemos que mostrar à Polônia que ainda estávamos tão famintos como em 2002", disse Bernardinho após a partida.

O Brasil ainda manteve a hegemonia no vôlei em todas as competições internacionais, como campeão mundial, olímpico e da Liga Mundial.

"A equipe cresceu jogo a jogo e agora na final toda a equipe jogou muito bem. Na semifinal (contra Sérvia e Montenegro), acho que o Brasil jogou muito, como um animal, o tempo todo. É o fogo nos olhos e o desejo de vencer...esse é o segredo da seleção brasileira", afirmou o ponta Giba, eleito o melhor jogador da competição.

A medalha de bronze ficou com a Bulgária, que derrotou a Sérvia e Montenegro por 3 sets a 1, com parciais de 22-25, 25-23, 25-23, 25-23.

O bicampeonato mundial conquistado  colocou definitivamente a atual geração da seleção brasileira masculina de vôlei como uma das melhores – senão a melhor – da história da modalidade. Não bastasse a conquista do 17º título em 21 torneios, a equipe também se tornou a terceira a conquistar dois Mundiais e uma Olimpíada em seqüência.

Antes o feito só havia sido alcançado pela antiga União Soviética (Mundiais de 1978 e 1982, além de Moscou-1980). Porém, aquela equipe havia sido beneficiada pelo boicote dos Estados Unidos nas Olimpíadas que realizaram em casa.

Mesmo assim, os soviéticos ( e agora russos) continuam como recordistas de ouros em Campeonatos Mundiais: seis. Depois, aparece a Itália, que subiu três vezes ao lugar mais alto do pódio. Superar os italianos, aliás, é a meta da equipe de Bernardinho agora, uma vez que os três ouros da equipe vieram consecutivamente (1990, 1994 e 1998), o que os brasileiros podem igualar em 2010.

A Polônia, por sua vez, também perdeu a chance de levar o segundo título mundial, que conquistou com uma vitória sobre a União Soviética em 1974 no México. Dois anos mais tarde, a equipe repetiu o feito na final olímpica, em seu último grande resultado.

A partida deste domingo foi a primeira vez que brasileiros e poloneses se enfrentaram em um Mundial. Considerando-se todos os confrontos, o Brasil leva vantagem, com 23 vitórias e 17 derrotas.

 Com Reuters 


Loading. Please wait...

Fotos popular