Pravda.ru

Desporto

Quem assistirá ao Pan 2007?

01.07.2007
 
Pages: 12

Porém, independente dessa questão (bandidos ou simplesmente moradores da área sem qualquer envolvimento com o tráfico de drogas), pouco se especula sobre a operação em que nenhum policial morreu (fala-se em um policial ferido sem gravidade). Como se deram as mortes dos que são identificados como verdadeiros bandidos? Por que somente quatro gatos assustados foram presos, enquanto o restante tombou "em combate"?

Por que as populações faveladas não são ouvidas, de verdade, pela imprensa? Não falo de rápidas entrevistas editando-se as falas de moradores assustados com os tiroteios. A imprensa sempre se refere à tal lei do silêncio imposta pelos bandidos e sempre edita longas e previsíveis declarações das autoridades, todas reiterando a qualificação de "bandidos" a todos os mortos. Não estaria a própria imprensa promovendo o silêncio dos maiores interessados em esclarecer à população brasileira como acontecem essas operações?

Entretanto o que se ouve dos moradores da região não corresponde ao que a população brasileira, distante do conflito, acompanhando a guerra pela tela de TV, acredita; ou seja, que os bandidos mortos lutaram até o último homem, como heróicos combatentes de guerra. Sim, porque a impressão que causa às pessoas que assistem a tudo através da imprensa é a de que os tombados em combate eram todos valentes soldados do tráfico, destemidos jovens que qualquer exército do mundo teria orgulho de contar com eles em suas fileiras.

Moradores do Complexo do Alemão estão ávidos de que os grandes órgãos de imprensa, principalmente as televisões que noticiam em rede nacional, os entrevistem e ouçam as histórias que recebi de quem os entrevistou:

"Ninguém aí morreu em combate, moço! Todos os mortos estavam rendidos, entregues, mãos na cabeça, outros até ajoelhados ou deitados no chão. Foram executados, alguns deles com requintes de crueldade. Se fizerem busca nos matos aqui próximo, vão encontrar outros mortos".

"Eu ouvi os traficantes gritando logo no início da invasão da polícia: 'Vaza! Vaza! Num dá pra bater de frente, é muito polícia!' Alguns escaparam pelo mato!"

"Olha, moço, eu ouvi um policial rindo e dizendo que aquilo tava muito fácil, parecia até caçada de pato!"

Manchete de O Globo hoje (29/6) anuncia: "Polícia já planeja cerco à Rocinha e mais 4 favelas". Na chamada da matéria, o secretário de... (vá lá que formalmente seja!) Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, "...informou ontem que vai estender à Rocinha e a outras quatro favelas do Rio a mesma estratégia de uso da força empregado no Complexo do Alemão".

As favelas visadas são: Rocinha, Cidade de Deus, Jacarezinho, Mangueira e Complexo da Maré. Creio que, somadas as populações, temos aí mais de um milhão de pessoas. Certamente, hoje, nenhum morador dessas favelas pode garantir que assistirá a qualquer competição dos Jogos Panamericanos, que terão início no próximo dia 13 de julho, na Cidade Maravilhosa.

Pages: 12

Fotos popular