Pravda.ru

CPLP » São Tomé

STP e preços de combustível

26.01.2011
 

S. TOMÉ - 24 DE JANEIRO DE 2011 - Desde do passado dia 16 mês Agosto de 2010 que o novo governo constitucional, tomou posse em S. Tomé, vem agora a prova mais quente para o governo do dr. Patrice Emery Trovoada, primeiro-ministro e chefe do governo são-tomense. Trata-se de novos preços de combustível.  

A única empresa que importa esses carburantes, resolveu fornecer ao governo são-tomense a lista de actualizações de preço dos mesmos face ao preço mundial do "ouro negro". Assim a nota enviada pela ENCO (Empresa Nacional de Combustível e Óleos) ao governo estabelece que a actualização dos preços em certos produtos serão superiores a 50%.


O preço da gasolina por litro que era praticado a STD 22.000,00 (Vinte e Duas Mil Dobras), passará a custar STD 34.000,00 (Vinte e Quatro Mil Dobras), enquanto que para o gasóleo que era vendido a STD 18.000,00 (Dezoito Mil Dobras), será vendido a STD 21.000,00 (Vinte e Uma Mil Dobras) e por último o petróleo doméstico que era vendido a STD 9.000,00 (Nove Mil Dobras) passará a custar STD 16.500,00 (Dezasseis Mil e Quinhentas Dobras).


Segunda a nota enviada ao governo são-tomense o preço deverá actualizado a partir do último carregamento efectuado, recorde-se que a ENCO, é empresa santomense, tendo como sócio a SONANGOL detentora de capital maioritário (70%) nas acções da ENCO e os carregamentos dos combustíveis, são adquiridos a partir da república "irmã" de Angola.


A partir deste ajuste de preços dos combustíveis, virão outros ajustes ao nivel nacional, como os preços de táxi, produtos de primeira necessidade produzidos internamente, as refeições nos restaurantes, o pescado e demais bens para o interesse da população são-tomense.

Inocêncio Costa
correspondente em S.Tomé e Príncipe

 


Loading. Please wait...

Fotos popular