Pravda.ru

CPLP » São Tomé

Últimas de STP

11.08.2006
 
Pages: 12
Últimas de STP

Fradique vencedor absoluto

11.08.2006-Pravda.ru – (São Tomé) A confirmação veio do Supremo Tribunal de Justiça. O mais alto órgão judicial do país, que funcionou como Tribunal Constitucional no apuramento geral dos resultados das eleições de 30 de Julho último, anunciou a vitória de Fradique de Menezes, com 60,58% dos votos e proclamou-o como Presidente da República eleito para os próximos 5 anos.

Os resultados definitivos das eleições presidenciais anunciados na tarde de quinta-feira pelo Supremo Tribunal de Justiça, dão vitória a Fradique de Menezes com 60,58% dos votos expressos nas urnas.

O juiz Bartolomeu Amado Vaz, que presidiu a cerimónia na qualidade de Presidente interino do Supremo, devido ao impedimento da Presidente Maria Alice Carvalho, disse que Fradique de Menezes, arrecadou 34.859 votos nas eleições de 30 de Julho, correspondentes a 60,58% dos votos expressos nas urnas.

O segundo candidato mais votado foi Patrice Trovoada. A Assembleia de Apuramento Geral, confirmou 22.339 votos para o candidato Patrice Trovoada correspondentes a 38,82%. Nilo Guimarães é o último, apenas conseguiu convencer 340 eleitores, num total de 0,59% dos votos expressos.

A vitória retumbante de Fradique de Menezes, aconteceu segundo os dados divulgados pelo Supremo Tribunal de Justiça, em representação do Tribunal Constitucional, num universo de 59178 votantes, correspondente a 64,85% do eleitorado são-tomense, fixado em 91119.

Números com diferença significativa em relação aos dados provisórios, divulgados a seguir ao dia das eleições pela comissão eleitoral nacional, assim como os dados provisórios que foram posteriormente alterados pela CEN e que o Pravda.ru publicou.

Mas segundo as normas que regem o sistema eleitoral são-tomense, o resultado apurado pelo Supremo Tribunal de Justiça durante os trabalhos de apuramento geral é que vinga. Com base na lei o juiz presidente do colectivo anunciou ao país e ao mundo o nome do Presidente da República eleito pelo povo. «Nos termos do artigo 78 da constituição política é o senhor Fradique Bandeira Melo de Menezes eleito Presidente da República Democrática de São Tomé e Príncipe», anunciou Bartolomeu Amado Vaz.

Fradique de Menezes deverá ser empossado no dia 3 de Setembro próximo para mais um mandato de 5 anos.

MLSTP/PSD não entra na disputa de dois dos maiores municípios do país

11.08.2006-Pravda.ru – (S.Tomé) Depois de duas derrotas consecutivas nas legislativas e presidências respectivamente o maior partido santomense actualmente na oposição, o MLSTP/PSD decide não concorrer nas autárquicas do dia 27 do mês em curso sobretudo nos dois distritos mais populosos do país, Água Grande e Mé-Zochi.

Alcino Pinto mandatário do partido fala do mau momento dos sociais-democratas fruto dalguns problemas internos. Agora terá que arrumar a casa e pensar melhor o futuro.

O partido poderá no entanto canalizar apoios a alguma candidatura independente que lhe seja próxima nesses dois distritos que têm sido nos últimos tempos calcanhar de Aquiles para os comandados de Guilherme Pósser da Costa.

Enquanto isso a coligação MDFM/PCD vai disputar todas as Câmaras distritais em S.Tomé, e no Príncipe a contar para as regionais irá canalizar todo apoio a Tozé Cassandra candidato à presidência do governo regional pelo movimento Novo Rumo. Os resultados dos últimos embates eleitorais galvanizam a coligação para o assalto aos poderes locais e regional em disputa.

O ADI de Patrice Trovoada decidiu apenas não concorrer no distrito de Lobata.

A UDD é a única força política sem assento parlamentar que entra na corrida para disputar as câmaras de Água Grade e Cantagalo.

Para as autárquicas destaca-se ainda o surgimento de dois grupos de independentes. Um denominado de os independentes por um Mé-Zochi autónomo e renovado que concorre no distrito do mesmo nome, Mé-Zochi e outro designado de o renascimento de Água Grande que disputa a câmara da capital do país.

MLSTP/PSD vai reunir-se em congresso estraordinário

11.08.2002-Pravda.ru – (São Tomé) O partido já convocou os membros do conselho nacional para a reunião marcada para este fim-de-semana, onde serão tomadas decisões importantes para o futuro do partido. A convocatória do congresso extraordinário é um dos principais pontos da ordem do dia.

É uma tentativa de arrumar a casa que vai colocar frente a frente, as duas alas rivais do partido, uma reformadora e outra conservadora. Segundo fonte do MLSTP/PSD o combate interno entre as alas, tinha arrefecido porque o partido teve que unir-se nos últimos meses para garantir a manutenção no poder. Tentativa que fracassou nas eleições legislativas de Março último.

Com a derrota sofrida diante do adversário comum que estimulava a união da cúpula do partido, o Presidente Fradique de Menezes, acrescenta a fonte, as alas deixaram de ter pelo menos para já, força para manter a luta contra um alvo preciso. Só a existência de um adversário comum poderia dar força anímica às facções rivais. Um cenário que as pudesse unir em torno de um objectivo, e animar o seu combate político. O pesado fardo das derrotas sofridas, deixou o partido sem norte.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular