Pravda.ru

CPLP » São Tomé

Repúdio em São Tomé e Príncipe

11.02.2010
 
Repúdio em São Tomé e Príncipe

Com indignação tomamos conhecimento da vontade expressa da senhora Elsa Teixeira Barros Pinto, Ministra da Defesa e de Justiça, em silenciar, privando de liberdade o responsável máximo do Governo Regional do Príncipe, governo eleito quase por unanimidade pela população do Príncipe.

Exmo Senhor Presidente da República de S.Tomé e Príncipe

Exmo Senhor Presidente do Supremo Tribunal de Justiça

Exmo Senhor Primeiro Ministro

Exmo Senhor Presidente da Assembleia Nacional

Exmo Senhor Presidente do Governo Regional

Exmo Senhores Deputados da Assembleia Nacional

Exmos Senhores Deputados da Assembleia Regional

Exmos Senhores e Senhoras

Com indignação tomamos conhecimento da vontade expressa da senhora Elsa Teixeira Barros Pinto, Ministra da Defesa e de Justiça, em silenciar, privando de liberdade o responsável máximo do Governo Regional do Príncipe, governo eleito quase por unanimidade pela população do Príncipe.

Como cidadãos do Príncipe, sentimos que esta senhora, quer nos amendrontar a todos os principeenses. Ela demonstrou com o seu autoritarismo leviano um total desrespeito por cada um de nós principianos/principeenses vivos, individualmente e por gerações de principeenses que já não se encontram entre nós. É discutível e pouco plausível a afirmação da senhora ministra Elsa Teixeira de Barros Pinto, quando se refugia em questões de segurança e interesse nacional. S.Tomé e Príncipe não constitui ameaça para ninguém e nem vive sob qualquer ameaça.

O que está em causa e como disse o presidente do Governo Regional, é o direito da população do Príncipe em estar informada, facto só possível acedendo aos canais RTP África e Rdp África. Está também em causa o direito que tem o povo do Príncipe ao desenvolvimento, o que, digam o que quiserem, não importa quem diga, só está nas mãos dos filhos do Príncipe.

A cabal prova disso, não só é a polémica e dificuldade que assistimos para a aprovação dos Estatutos da Região Autónoma do Príncipe, mas também, e sobretudo, o ostracismo a que a Ilha e o seu povo foram votados ao longo de mais de 30 anos de Independência.

Perante tudo isto, nós os subscritores vimos:

a) Manifestar todo o nosso apoio ao Governo Regional do Príncipe, fazendo votos que este não ceda perante as ameaças da referida senhora;

b) Condenar veemente a opção e intenção da senhora Elsa Teixeira Barros Pinto, Ministra da Defesa e da Justiça, ao ameaçar privar de liberdade o Presidente do Governo Regional;

c) Exigir ao senhor Primeiro Ministro que se pronuncie se concorda ou não com a vontade da sua Ministra da Defesa e Justiça;

d) Pedir ao senhor Presidente da República que providencie dentro das normas legais, para a demissão da referida senhora por incompetência

e demonstração de posturas inaceitáveis em regimes democráticos e que nos faz lembrar os anos não muito longínquos da feroz ditadura da 1.ª República;

Subscrevem entre outros:

Pina Gil  Danilo Salvaterra  Pedro S. Rosa  Armanda S. Rosa  Carlos Crisostomo  António Crisóstomo  Jair Cassandra Páscoa Cunha Mato Osvaldina Baiano Domingas Costa Maria Nunes Celesia Ramos

Amarilia Anjos Felipe V. da Costa José B. Ramos  Joyce Ramos Filipe Nunes Inalisio Costa  Maria M. Prazeres Luisa Costa Micaesa da Mata  José Trindade Felisberto dos Santos Domingas P. Santos  Dulce Santos Domingas Mariano Santos Ramiro Andrade  Alberto Sousa Rufino Moreira Dionísio Sousa

Óscar Lavres Edmar dos Prazeres Isabel dos Prazers Arminda Prazeres Celê dos Prazeres Miguel Prazeres Joaquina Prazeres Alice Sousa Luís Lima Marta Aurora Albegair Moreira Julieta Moreira Saiel Moreira Leovigido Sousa Arnaldinho Lima  Seidu Sousa Lucio S. Rosa Bruce Lima

Bruno Paris M. José Prazeres Fernando Martins   Ivelis de Amaral Ailton Martins Vitalina Moreira  Maria Paris Carlos Paris Aerton Rosário  Julieta Bonfim Laurinha Sacramento Paula F. Bonfim   Manuel S. Oliveira Ana Raposo Mendes Dores Umbelina

As cartas para si próprio


Loading. Please wait...

Fotos popular