Pravda.ru

CPLP » São Tomé

STP: SIMPRESTEP pode paralizar as suas funções

09.06.2006
 
STP: SIMPRESTEP pode paralizar as suas funções

Depois dos taxistas terem-se insurgido contra o governo pelo facto deste não ter informado a população sobre a subida do preço dos combustíveis, esta terça feira, o sindicato dos professores e educadores de S. Tomé e Príncipe, SIMPRESTP lançou uma advertência ao governo de que podem paralisar o sector.

Por seu lado, o sindicato da função pública já marcou uma conferência de imprensa para quinta-feira com vista a definir a sua posição face a subida do preço do carburante.

Em conferencia de imprensa esta terça feira, Miguel de Assunção, Secretario geral disse que o novo aumento do preço dos combustíveis está a inviabilizar a deslocação dos professores para os diferentes postos de trabalho, o que pode comprometer seriamente a marcha do ano lectivo.

A advertência do SIMPRESTP segue-se a convocação para a próxima quinta-feira 8, a convocação de uma outra conferência de imprensa desta vez do sindicato dos trabalhadores do estado (função pública). Observadores já estão a prever o que vai dizer Aurélio Silva. Vai certamente seguir as mesmas pegadas do sindicato dos professores e educadores de S. Tomé e Príncipe exigindo aumento de salário para os trabalhadores da função pública.

“Há determinados locais em que o custo de transporte quase que duplicou. Os professores têm um pequeno subsídio que o estado dá no fim do mês, esse subsidio não é atribuído no momento exato. Resultado: hoje temos professores e educadores que vão hoje dar aulas e amanhã não conseguem ir, são muitas vezes obrigados a pedir boleias, têm horários a cumprir, portanto são situação que nós lamentamos e julgamos que há que se tomar medidas para corrigir”, disse Miguel de Assunção.

Assunção criticou o executivo por não ter informado antecipadamente os sindicatos sobre o aumento do preço de combustível e adianta por isso que convocou para esta semana uma reunião do secretariado nacional dos SIMPRESTP para analisar a situação e definir medidas a ser tomadas para defender os direitos da classe docente.

Suahill Dendê

Pravda.ru

STP


Loading. Please wait...

Fotos popular