Pravda.ru

CPLP » São Tomé

São Tomé: PM põe lugar à disposição

07.02.2008
 
São Tomé: PM põe lugar à disposição

S. Tomé, 7/02/008 - Hoje o primeiro ministro santomense engº Tomé V. Cruz, colocou o seu lugar a disposição do Presidente da Républica Fradique de Menezes. Este acto do PM foi dado a conhecer a nação santomense e o mundo por Volta das 7 horas e trinta minutos aos orgãos de informações nacionais e estrangeiros na capital santomense.

Hoje o primeiro ministro santomense engº Tomé V. Cruz, colocou o seu lugar a disposição do Presidente da Républica Fradique de Menezes. Este acto do PM foi dado a conhecer a nação santomense e o mundo por Volta das 7 horas e trinta minutos aos orgãos de informações nacionais e estrangeiros na capital santomense.

Tomé Vera Cruz tomou essa atitude, alegando diversas conjunturas políticas vividas pelo seu governo desde o mês de Agosto do ano passado (2007) como, a falta de artigos de primeira necessidade (arroz, petróleo e os seus derivados) porque o preço dos mesmos são insuportáveis a economia santomense, e porque S. Tomé e Príncipe é um país endividado entre outras situações. Mas o mesmo nunca refiriu-se sobre questões de desmandos ou ilegalidades cometidas por certos membros do seu governo como o ministro da defesa e ordem interna, ministros das obras publicas e infra-estrutura, e outros.

O nosso interlocutor disse ainda que a oposição não foi responsável porque logo antes mesmo DA votação na Assembleia Nacional do Orçamento Geral do Estado (O.G.E.) ser aprovado na generalidade esta já revelara a sua posição face a O.G.E., apresentado pelo seu governo, isso levou-nos a retirar o OGE que estava em discussão na Assembleia Nacional.

No entanto no país sabe-se que o engenheiro Tomé Vera Cruz, colocou o seu lugar a disposição desde da terça-feira última (05/02/008) e que só, não foi anunciada antes por causa das festas de carnaval e de do dia "cinzas" (para santomenses dia do "BOCADO") informação essa que grande parte da sociedade já sabia. Por isso desde do dia cinco do mês em curso que a ADI (Accção Democrática Independente), tem estado a trabalhar arduamente e concertar a sua posição para fazer parte do próximo governo santomense e possivelmente a liderá-lo.

Está prevista ainda hoje reunião para melhor concertação das suas posições os militantes (conselheiros) do MDFM/PL (Movimento para Democracia Força de Mudança / Partido Liberal), partido do demissionário PM e do presidente da républica com vista delinear tarefas e indicar pessoas que eventualmente farão parte do governo. Reparem que tudo isso é para haver um governo com sustentabilidade parlamentar e que possivelmente o Partido de Convergência Democrática não fará parte. O partido que de certeza não fará parte deste governo é o M.L.S.T.P. / PSD, porque o seu líder Rafael Branco refirira e continua a referir o MLSTP/PSD não quer fazer parte deste governo.

Pravda-Inocêncio Costa


Loading. Please wait...

Fotos popular