Pravda.ru

CPLP » São Tomé

Santomenses obrigados a desatar o cordel

06.06.2006
 
Santomenses obrigados a desatar o cordel

03.06.2006-Pravda.ru-(São Tomé) A partir da noite de quinta-feira os combustíveis passaram a custar mais caros em São Tomé e Príncipe. A gasolina vai passar de 12.500 dobras (9 euros) para 16 mil (13 euros), o gasóleo sai de 11 mil (7 euros) para 14 (11 euros)e o petróleo sai de 6 mil para 6.500 dobras.

A ENCO empresa nacional de combustíveis e óleos justifica o ajuste com o aumento galopante do preço do barril do petróleo no mercado internacional. Na manhã de ontem o barril estava a ser cotado em Nova York ao preço de 75 dólares, valor recorde.

O aumento anunciado deve-se a falta de capacidade de aquisição dos combustíveis pela própria ENCO que não tendo acompanhado a evolução do preço dos combustíveis no mercado internacional esgotou toda a sua capacidade de tesouraria para adquirir mais combustíveis através da SONANGOL.

Neste momento a dívida empresa para com a abastecedora angolana ronda mais de três milhões de dólares valor equivalente a cerca de um carregamento e meio de combustíveis.

Dívida considerada de exorbitante e que levou a SONANGOL a condicionar o próximo carregamento previsto para este mês de Junho, ou seja já para este dia 10.

A última alteração dos preços dos combustíveis em S. Tomé e Príncipe aconteceu a 10 de Julho do ano passado quando o preço do barril do petróleo estava a ser cotado no mercado internacional a 53 dólares e agora atingiu os 75.

Facto que a ENCO já não pode suportar, ao ponto segundo uma fonte da direcção da empresa de vir a fechar as portas nos próximos dias. O aumento agora só não é mais elevado devido a carga social que isso poderá provocar.

Suahills Dendê

PRAVDA.Ru

STP


Loading. Please wait...

Fotos popular