Pravda.ru

CPLP » Portugal

Instituto Confucius em Lisboa (UL)

31.01.2007
 
Pages: 123
Instituto Confucius em Lisboa (UL)

Reitor da Universidade de Lisboa assina, na China, Acordo que estabelece Instituto Confucius na Fac. de Ciências - Protocolo entre a Universidade de Lisboa e o Conselho Internacional do Ensino Chinês da República Popular da China, para o estabelecimento e funcionamento do Instituto Confúcio nesta Universidade de Lisboa.

Vai ser assinado no dia 31, às 18,30h chinesas, 10,30h portuguesas, pelo Reitor da UL, António Nóvoa, que para o efeito, e por sugestão das autoridades chinesas, faz parte da Comitiva do Primeiro-Ministro Sócrates, e a Sra. Xu Lin, Directora Geral desse Conselho.

Está também planeado o encontro do Reitor da UL com o Reitor da Universidade de Estudos Estrangeiros, em Tianjin para a dinamização deste Instituto que será instalado na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

O inicio das negociações para o estabelecimento e funcionamento do Instituto Confucius na Universidade de Lisboa teve lugar aquando do IIIº Forúm Chinês de Reitores, “A Inovação e o Serviço Público da Universidade”, em Xangai, de 12 a 18 de Julho’06, em que a Universidade de Lisboa foi uma das 15 convidadas no mundo inteiro, tendo sido representada pelo seu Reitor, Prof. Doutor António Nóvoa.

Para mais informações, ver: www.naea.edu.cn/xzforum/english/index.asp

Apresentamos o texto do Protocolo:

Acordo entre o Gabinete do Conselho Internacional do Ensino do Chinês da República Popular da China e a

Universidade de Lisboa da República Portuguesa para o estabelecimento do Instituto Confúcio

O Gabinete do Conselho Internacional do Ensino do Chinês é uma organização mandatada para a promoção da língua e cultura chinesa no mundo e reporta perante o Ministério da Educação Chinês. A Universidade de Lisboa, uma instituição de ensino superior Portuguesa cujas origens remontam ao estabelecimento da Universidade Portuguesa pelo Rei D. Dinis em 1288, é uma instituição pública, centro de criação, transmissão e difusão da cultura e da ciência a nível superior. Ambas acordam trabalhar em conjunto para estabelecer e cooperar no funcionamento e financiamento de um Instituto Confúcio na Universidade de Lisboa - Reitoria.

1. Nome

O Instituto Confúcio terá o nome de “O Instituto Confúcio da Universidade de Lisboa”. Será referido seguidamente como “o Instituto”.

2. Objectivos do Instituto

Os objectivos do Instituto são:

Promover e propiciar o ensino da língua Chinesa em Portugal;

Promover estudos académicos e consciência pública da cultura Chinesa;

Actuar como intermediário entre Portugal e instituições Portuguesas e a China, nos campos da linguística, educação, cultura e negócios, e proporcionar actividades educativas e de investigação que apoiem as ligações entre Portugal e a China.

3. Propriedade

3.1 Nos termos deste Acordo, a Universidade de Lisboa irá estabelecer o Instituto.

3.2 A Universidade de Lisboa será o proprietário legal e operador do Instituto.

4. Director e Funcionários do Instituto

4.1 O Director do Instituto será um funcionário da Universidade de Lisboa (assim como o será a equipa do Instituto com excepção do Vice-Director, e qualquer outro pessoal colocado por Instituições Chinesas parceiras).

4.2 O Director será responsável pela gestão do dia-a-dia do Instituto e o prosseguimento da estratégia delineada pelo Conselho Consultivo. O Director reportará perante o Conselho Consultivo e perante a Universidade de Lisboa.

4.3 O Vice-Director será um membro visitante de uma faculdade da principal Instituição parceira na China. O Vice-Director e qualquer outro funcionário colocado por Instituições Chinesas, parceiras do Instituto irão contribuir para a prossecução dos objectivos delineados pelo Conselho Consultivo e requeridos pelo Director, através da participação nas actividades de educação, cultura e investigação do Instituto.

4.4 O Vice-Director tornar-se-á um Professor Visitante da Universidade de Lisboa, e dará conhecimento ao Director do Instituto nos assuntos que dizem respeito ao Instituto e às suas actividades.

5. O Conselho Consultivo

5.1 O Instituto terá um Conselho Consultivo que será responsável por definir e acordar a estratégia, o planeamento e o orçamento anual do Instituto. Apresentará relatórios anuais à Universidade de Lisboa e ao Gabinete do Conselho Internacional do Ensino do Chinês e, submeterá relatórios orçamentais anuais ao Gabinete do Conselho Internacional do Ensino do Chinês.

5.2 O Conselho Consultivo reunir-se-á regularmente ao longo do ano, numa frequência a ser determinada. Uma das reuniões por ano será reservada para discussão dos planos anuais e dos orçamentos.

5.3 Os membros do Conselho Consultivo serão escolhidos pelo Reitor da Universidade de Lisboa, com consulta do Gabinete do Conselho Internacional do Ensino do Chinês.

5.4 O Conselho Consultivo terá um quórum para a condução formal das suas reuniões, sendo necessária a presença de um mínimo de 3/5 dos seus membros.

6. Acções do Instituto

6.1 Na prossecução dos objectivos enumerados no ponto 2, o Instituto terá 5 principais atribuições, abaixo descritas. As descrições que se seguem a cada título são ilustrativas e não prescritivas.

Pages: 123

Loading. Please wait...

Fotos popular