Pravda.ru

CPLP » Portugal

Alberto João Jardim ganha sempre

20.02.2007
 
Alberto João Jardim ganha sempre

Alberto João Jardim demitiu-se do cargo de presidente do Governo Regional da Madeira, ao fim de trinta anos consecutivos a frente do Governo  e tenta provocar eleições antecipadas e recandidata-se ao cargo. Uma oportunidade para os madeirenses "mostrarem ao País e ao mundo" que "repudiam a maldade e a injustiça" do Governo Sócrates, que lhes impôs a Lei das Finanças Regionais.

Na declaração aos madeirenses lida ontem, no final da tarde, Jardim apresentou os argumentos para a decisão. O Governo da República e as políticas do primeiro-ministro, com especial enfâse para a Lei de Finanças das Regiões Autónomas são os verdadeiros culpados que o forçam a tomar esta atitude.

“Cada um de vós compreende o que significa para a economia do arquipélago uma quebra t г o grande no dinheiro em circulaçãoo”, disse o líder do Governo Regional da Madeira, considerando que este “ataque socialista а Madeira coincide com uma igual redução de apoios da União Europeia”.

Alberto Joãoo Jardim referia-se especificamente ao corte de cerca de 450 milhões de euros que o Governo da Madeira vai sofrer até 2014 com a nova lei das Finanças Regionais. O diploma esteve no centro de um braço-de-ferro entre o primeiro-ministro, José Sócrates, e Alberto João Jardim, que pediu ao Presidente da República que vetasse a lei. Porém, Cavaco Silva acabou por promulga-la, o que motivou novas críticas de Jardim.

No entanto, o futuro de Jardim e da Madeira, a Cavaco Silva pertence dado que o Presidente da República é que tem em máos a decisão de eleições antecipadas.

Durante a tarde de ontem tanto a Presidéncia da República como o Governo mantiveram o silêncio sobre a demissáo de Alberto João Jardim do cargo de presidente do Governo da Madeira. Mas o porta--voz do PS, Vitalino Canas, acusou ontem Alberto João Jardim de um acto de "guerrilha institucional" para tentar prolongar o seu mandato.

"Este acto é um exercício de pura instabilização, de guerrilha institucional e de desesperada tentativa de prolongar o mandato eleitoral, porventura sustentado numa campanha populista", disse Vitalino Canas.

Alberto Jo г o Jardim, 64 anos, nasceu no Funchal, Madeira. Foi um dos fundadores do PSD na Madeira e preside ao Governo Regional há trinta anos. É membro do Conselho de Estado, do Conselho Superior de Defesa Nacional e do Conselho Superior de Segurança Interna da República Portuguesa. Porém, é na liderança do Governo da Madeira que se tem destacado, bem como por, chamemo-lhes, emotivas intervençóeses. Ao longo da carreira como político passou por 40 eleiçõees sem conhecer derrotas.

Frases de Jardim

- A Madeira não merece passar a ter um governo de medíocres, de incultos, de traumatizados sociais e de subservientes a Lisboa

- Ao me demitir, provo não estar agarrado ao poder, coloco-me nas mãos do povo

- Ao me recandidatar а liderança do Governo Regional, demonstro que não fujo nem abandono quando as circunst в ncias estão insuportavelmente mais difíceis

- Cada um de vós compreende o que significa uma quebra tão grande no dinheiro em circulação.

 Com Diário de Notícias e Corréio da Manhã


Loading. Please wait...

Fotos popular