Pravda.ru

CPLP » Brasil

Brasil: Violência contra e suicídios entre indígenas

31.07.2016
 
Brasil: Violência contra e suicídios entre indígenas. 24814.jpeg

Brasil: Violência contra e suicídios entre indígenas

Cimi, Regional Amazônia Ocidental, vem a público manifestar sua preocupação frente aos casos de violência e suicídios que estão ocorrendo nas aldeias Madiha (Kulina) do alto Purus.

O Conselho Indigenista Missionário - Cimi, Regional Amazônia Ocidental, vem a público manifestar sua preocupação frente aos casos de violência e suicídios que estão ocorrendo nas aldeias Madiha (Kulina) do alto Purus.

Desde o dia 1º de dezembro de 2015 até o dia 14 de julho já foram registrados dez casos de suicídio por enforcamento ao longo das diversas aldeias desse povo nos rios Purus e Chandless, ceifando as vidas deHuaica Kulina, Desica Kulina, Cohue Kulina, Macohi Kulina, Walter Kulina, Radsi Kulina, Huinija Kulina, Jahono Kulina, Ita Kulina e Biraci Kulina.

 

Afora os casos de suicídio, o povo Madiha (Kulina) enfrenta atualmente outras situações de violência como afogamento de um indígena (Bernoni Kulina) no porto da cidade de Manoel Urbano assim como o assassinato de Francisco Kulina, também nessa cidade, cujo crime ainda segue impune e o assassino à solta. Paralelo aos casos de violência observa-se uma crescente onda de consumo de gasolina, seja inalada ou ingerida entre jovens e mesmo alguns adultos, além das bebidas alcoólicas facilmente encontradas nos bares das cidades ou nos vizinhos da Terra Indígena.

 

Em 19 de abril de 2016 o Cimi formalizou uma denúncia junto ao Ministério Público Federal com a intenção de que a Funai, Sesai e outros órgãos competentes se inteirassem da questão e  propusessem políticas públicas voltadas à valorização da vida do povo Madiha (Kulina) de acordo com sua cultura e espiritualidade, mas até o momento não tomamos conhecimento de nenhuma iniciativa neste sentido.

 

Manifestamos ainda nossa preocupação com o crescente aumento do número de casos e com o impedimento de nossa equipe adentrar nas aldeias para contribuir e apoiar o povo na busca de solução. Desde o início nos colocamos à disposição inclusive fornecendo auxilio de profissionais e, por isso mesmo, repudiamos toda e qualquer tentativa de impedir nossa atuação e ocultar a verdade sobre o que vem ocorrendo.

 

Rio Branco, 29 de julho de 2016.

 

Conselho Indigenista Missionário - CIMI, Regional AO

 


Loading. Please wait...

Fotos popular