Pravda.ru

CPLP » Brasil

Polícia Militar volta a assustar moradores da Providência

29.10.2007
 
Polícia Militar volta a assustar moradores da Providência

Capitão Zuma, do Gpae da Providência, desconhece compromisso assumido pelo seu superior, ataca comunidade e impede baile já autorizado. Da Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência.


No último sábado, dia 27 de outubro, após 21h, uma violenta operação da polícia começou na Providência, liderada pelo próprio capitão Zuma, comandante do Grupamento de Policiamento em Áreas Especiais (Gpae) na comunidade, contra o qual pesam várias acusações e que foi motivo de recente mobilização da comunidade. Zuma atacou a equipe de som que começava a se preparar para o baile beneficiente na quadra da comunidade. O objetivo do baile era arrecadar alimentos não perecíveis para as famílias mais pobres da comunidade.


A ação da Polícia Militar é ainda mais absurda porque na última terça-feira (23/10) o coronel Castro, comandante geral do Gpae no Rio, teve um encontro na própria comunidade com moradores e com a associação local e garantiu que não só o baile poderia ser realizado, como a PM faria doações e o próprio secretário Beltrame estaria presente!


No sábado (27/10) à noite as pessoas ficaram muito assustadas na favela, porque a polícia deu vários tiros e jogou bombas. Pede-se a presença da imprensa e das autoridades policiais com que a comunidade se reuniu nas últimas semanas. Maiores informações com Márcia (tel. [21] 9773-5885).


Informações anteriores sobre os protestos da comunidade no site da Rede de Comunidades e Movimentos contra a Violência, clicando aqui .

--

http://www.renajorp.net/


Loading. Please wait...

Fotos popular