Pravda.ru

CPLP » Brasil

Dirceu: A Justiça não pode ser usada para fins eleitorais

28.09.2006
 
Dirceu: A Justiça não pode ser usada para fins eleitorais

O procurador da República Mário Lúcio Avelar pediu a prisão de seis petistas envolvidos com o dossiê Serra. Não há nada que justifique o pedido, nem a autorização dada pela Justiça Federal para prendê-los. Todos são réus primários, não têm antecedentes, estão colaborando, têm endereço e empregos fixos, seus advogados atenderam a todos pedidos da Justiça, do Ministério Público e da Polícia Federal. Logo, para quê a prisão, pedida e concedida num plantão judiciário?


Além disso, a lei eleitoral proíbe prisões a partir de ontem, terça-feira, até 48 horas depois da eleição, a não ser flagrante. Leiam este trecho da Folha (para assinantes):


"O procurador fez os pedidos de prisão no final de semana. A Corregedoria da PF avaliou que os mandados só poderão ser cumpridos agora na semana que vem, na próxima quarta-feira, 48 horas após o primeiro turno das eleições, que será neste domingo. Mesmo depois de a reportagem ter confirmado a expedição do mandado com a PF e com o advogado de Godoy, Augusto Adalto Botelho, o procurador negou que tivesse feito os pedidos de prisão.


(...) Segundo a Folha apurou, os integrantes da PF responsáveis pelo caso avaliaram que não seria necessário prendê-los para colher seus depoimentos, bastava uma intimação a depor. Entenderam também que Avelar, para obter os mandados, recorreu à Justiça no final de semana para que o despacho fosse dado por juiz de plantão".


Já que não conseguiram a foto do dinheiro, como aconteceu no caso Lunus, agora querem uma foto de seis petistas presos, algemados. Só pode ser isso. Será que a nossa Justiça não entende que está sendo usada fins eleitoreiros? Quando isso vai acabar?


José Dirceu


Loading. Please wait...

Fotos popular