Pravda.ru

CPLP » Brasil

Mais da metade dos brasileiros apoia a destituição de Bolsonaro

28.04.2020
 
Mais da metade dos brasileiros apoia a destituição de Bolsonaro. 33129.jpeg

Mais da metade dos brasileiros apoia a destituição de Bolsonaro

 

Brasília, 27 de abril (Prensa Latina) 54% dos brasileiros são a favor da destituição do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com uma investigação do Instituto do Atlas Político, divulgada hoje pelo jornal El País Brasil.

 

Pela primeira vez, mais da metade dos entrevistados apoiou a destituição de Bolsonaro em uma pesquisa realizada por essa entidade.

Este resultado surgiu após a demissão na sexta-feira do ex-juiz Sérgio Moro como Ministro da Justiça.

Moro deixou o cargo depois que o presidente de extrema direita retirou sem consultar o diretor da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, um homem em quem ele confiava.

Durante sua declaração de demissão, o ex-magistrado afirmou que lhe foi prometido carta branca para trabalhar, mas aparentemente esse não foi o caso.

A exoneração aumentou a tensão entre Bolsonaro e Moro, que ameaçou entregar o posto se Valeixo, seu braço direito, fosse demitido, como definitivamente aconteceu.

 

Ao refutar tais desafios, Bolsonaro indicou que Moro fez uma mudança no comando de PF condicionada à indicação de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Na pesquisa anterior, realizada em março, 48% dos entrevistados eram a favor do impeachment.

Segundo a pesquisa, a rejeição de Bolsonaro alcançou 64,4%, contra 30 na aprovação.

O governo Bolsonaro é classificado como ruim ou muito ruim em 49%, a taxa mais alta desde fevereiro de 2019, quando a série começou. Outros 28% consideram isso justo e 21 o consideram bom.

No momento, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, tem 24 pedidos de remoção contra o ex-oficial militar em seu gabinete, aguardando uma decisão: arquivar ou prosseguir.

De acordo com a televisão da CNN Brasil, o pedido mais antiga data de 13 de março de 2019, quando o governador foi acusado de um crime de responsabilidade pela publicação, oito dias antes em sua conta na rede social Twitter, um vídeo com forte conteúdo pornográfico, sob o pretexto de criticar o carnaval brasileiro.

Desde janeiro passado, mais de 20 pedidos de impeachment contra o ex-capitão do Exército foram entregues à câmara baixa.

O último aparece em 22 de abril, apresentado por Ciro Gomes, vice-presidente do Partido Democrata do Trabalho (PDT), por Bolsonaro participar e apoiar manifestações em Brasília, nas quais foi solicitada a reedição da AI-5 (medida arbitrária aplicada durante a ditadura) e o fechamento do Congresso Nacional e do STF.

mem / ocs / bm

https://www.prensalatina.com.br/index.php?o=rn&id=30848&SEO=mais-da-metade-dos-brasileiros-apoia-a-destituicao-de-bolsonaro

 


Fotos popular