Pravda.ru

CPLP » Brasil

As panelas, que ora se esvaziam, virão a aumentar os panelaços

25.05.2015
 
As panelas, que ora se esvaziam, virão a aumentar os panelaços. 22234.jpeg

Abordando os movimentos populares de crítica à atual presidente da República,dentre os quais cabe lugar aos panelaços, pode-se afirmar, hipoteticamente, que grande parte dos seus costumeiros apoiadores ainda não aderiram aos grupos promotores de tais ações.  

Iraci del Nero da Costa *

Segundo penso, a participação de um maior número de membros da massa trabalhadora e de alguns adeptos do PT em tais atos de protesto e repúdio dar-se-á mais adiante, vale dizer, quando as medidas antipopulares e antitrabalhistas ora em curso no Senado e na Câmara Federal assim como as propostas elaboradas pelo ministros encarregados de promoverem o anunciado ajuste econômico fizerem-se mais claras e presentes com maior intensidade na vida socioeconômica das pessoas ainda apegadas a algumas benesses (**) proporcionadas pelo governo central e à intensa campanha ilusória patrocinada pelos atuais ocupantes do poder central da República.

Esta quase certa rejeição de dimensões maiores certamente ver-se-á largamente estimulada quando se der o desencadeamento em largas proporções  das campanhas vinculadas às eleições municipais de 2016.

Assim, a par da administração caótica do poder central contribuirão para os movimentos que expressarão o aludido repúdio as consequências das falácias apregoadas na última campanha eleitoral, dos erros políticos e, sobretudo dos largos equívocos econômicos incorridos pela atual presidente assim como aquelas decorrentes dos escândalos protagonizados por integrantes do PT e seus aliados; atitudes absolutamente condenáveis estas últimas, mas que são encaradas de modo passivo e inescrupuloso pela cúpula dirigente do Partido dos Trabalhadores e pela presidência da República que pretende se passar como o agente maior da luta contra a corrupção.

Caso os fatos se deem como aqui previsto os petistas deverão defrontar-se com sérias derrotas nas eleições de 2016 e estará definitivamente comprometida a eleição à presidência de Luiz Inácio da Silva em 2018, cuja campanha, como atestam suas atitudes, já se acha em pleno desenvolvimento e se apoia, discretamente, numa postura crítica com respeito à presidente da República; tenha-se presente aqui que a maioria dos conselhos recebidos pela presidente e atribuídos ao ex-presidente definem-se como críticas ou corrigendas ao comportamento ou às decisões da chefe da nação a qual, como repisado pelos mais diversos cronistas políticos, abandonada por quase todos, renunciou a várias de suas responsabilidades delegando-as a terceiros, os quais chegam mesmo a criticar velada ou abertamente algumas das propostas presidenciais.

* Professor Livre-docente aposentado da Universidade de São Paulo.

NOTAS

*Sempre afinado com as ideias básicas de K. Marx, F. Engels e F. Hegel, em diversos textos, devidamente publicados, ocupei-me das mazelas de governos federais que precederam os do PT. Particularmente com respeito aos tucanos considero que a comprovada compra de votos - denunciada pela mídia - para garantir a reeleição de Fernando Henrique Cardoso é bastante para desqualificar completamente tanto este ex-presidente como o PSDB. Assim, todo político que se aproximar dessa sigla, definitivamente condenada, ver-se-á igualmente conspurcado pelo crime acima reportado.

**Bem-vindas e necessárias em face das agruras secularmente impostas aos habitantes menos privilegiados do Brasil.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular