Pravda.ru

CPLP » Brasil

Damas Negras

23.11.2009
 
Damas Negras

Uma inverdade, que durante muito tempo foi cultivada na história do Brasil, foi a de que os negros foram trazidos para o nosso país porque aceitavam as condições impostas pelo cativeiro. Na verdade, os negros não aceitaram passivamente nem a escravidão e nem a desgastante rotina de trabalho existente nos engenhos. Os escravos elaboraram meios de resistir contra seu opressor imediato, os senhores de engenho.


Neste texto, quero fazer uma homenagem a Zumbi dos Palmares e lembrar de um fato relevante para a história brasileira e mundial. Gostaria de lembrar as damas negras do passado e das contemporâneas também.


Uma delas é Dandara, que viveu no século XVII, mulher negra, guerreira do quilombo de Palmares, que no seu auge abrigou, contando-se todos os mocambos pertencentes a Palmares, 50 mil pessoas, mulher de Zumbi e mãe de seus três filhos. Auxiliou Zumbi com táticas e estratégias de guerra.


Teresa de Benguela, século XVIII, mulher de José Piolho, que chefiava o Quilombo do Piolho ou Quariterê, em Guaporé, Mato Grosso. Quando seu marido morreu, Teresa de Benguela assumiu o comando. Revela-se uma líder ainda mais implacável e obstinada. Valente e guerreira ela comandou uma comunidade de três mil pessoas, o quilombo cresceu tanto ao seu comando que agregou índios bolivianos e brasileiros. Presa, Teresa suicidou-se. Em 1994, sua história vira samba enredo da Unidos do Viradouro por obra de Joãozinho Trinta, “Teresa de Benguela - Uma Rainha Negra no Pantanal”.


Aqualtune, filha do Rei do Congo, a princesa Aqualtune comandou um exército de dez mil homens quando os Jagas invadiram o Congo. Aqualtune foi para frente de batalha defender o reino. Derrotada, foi levada como escrava para um navio negreiro e desembarcada em Recife. Obrigada a manter relações sexuais com um escravo para fins de reprodução, ficando grávida foi vendida para um engenho de Porto Calvo, onde pela primeira vez teve notícias de Palmares. Já nos últimos meses de gravidez, organizou sua fuga e a de alguns escravos para Palmares.

Começa, então, ao lado de Ganga Zumba, seu filho, a organização de um Estado negro que abrangia povoados distintos confederados sob a direção suprema de um chefe. Dois de seus filhos, Ganga Zumba e Gana tornaram-se chefes dos mocambos mais importantes do quilombo. Aqualtune também teve filhas, a mais velha, que se chamava Sabina, deu-lhe um neto, nascido quando Palmares se preparava para mais um ataque holandês. Por isso, os negros cantaram e rezaram muito aos deuses, pedindo que o sobrinho de Ganga Zumba e, portanto, seu herdeiro, crescesse forte. E para sensibilizar os deuses da guerra, deram-lhe o nome de ZUMBI.


Michelle Lavaughn Robinson Obama (Chicago, 17 de janeiro de 1964) é a esposa do 44º presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a 46ª primeira-dama ianque, sendo a primeira afro-descendente a ocupar o cargo. Durante seus primeiros meses como primeira-dama, ela frequentemente visitou abrigos de desalojados. Também enviou representantes para escolas e defendeu o serviço público.


Tornou-se uma defensora das prioridades políticas de seu marido.
Damas Negras de ontem e de hoje, mulheres virtuosas e guerreiras.

(*) Reginaldo de Sousa Santos é vereador do PPS e formado em Ciências Contábeis – UFMT


Loading. Please wait...

Fotos popular