Pravda.ru

CPLP » Brasil

São Paulo com intenso trânsito de veículos no Dia Mundial sem Carro

23.09.2007
 
São Paulo com intenso trânsito de veículos no Dia Mundial sem Carro

A cidade de São Paulo teve intenso trânsito de veículos, no Dia Mundial sem Carro, comemorado neste sábado (22), com pontos de congestionamentos, além de índices elevados de poluição do ar em algumas regiões da cidade, segundo a Folha Online.

Ao longo do dia, a CET (Companhia de Engenharia de Trânsito), registrou picos de 5 km de congestionamento na cidade. Os pontos mais críticos foram registrados na avenida dos Bandeirantes, na zona sul da capital, e na avenida do Estado, próximo à região da 25 de Março.

Na marginal Tietê, a CET registrou congestionamento de cerca de 3 km por volta das 15h, no trecho entre a ponte da Casa Verde e a rua Zurita, na zona norte da capital.

O acidente mais grave aconteceu durante a manhã, quando sete pessoas ficaram feridas após serem atropeladas dentro de uma loja no bairro do Brás, após um motorista perder o controle do veículo e invadir o estabelecimento com seu carro.

A CET também informa que não costuma monitorar o trânsito na cidade durante os finais de semana, não tendo, assim, como fazer comparações entre um fim de semana comum e o Dia Mundial Sem Carro.

Poluição

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo declarou estado de atenção para os níveis de ozônio no parque Ibirapuera (zona sul) e na região da USP (Universidade de São Paulo).

De acordo com o órgão, a concentração de ozônio estava acima dos padrões estabelecidos pela legislação ambiental. A qualidade do ar registrada pela secretaria nas duas regiões foi classificada como má.

Os horários com a maior formação de ozônio, segundo o órgão, foi o período das 13h às 16h. A secretaria recomendou que a população evitasse fazer exercícios físicos durante esse período.

Adesões

O Dia Mundial Sem Carro foi comemorado em 56 cidades brasileiras neste sábado. Em todo mundo, 1.800 cidades realizaram a campanha, com a interdição de ruas e a realização de atividades que estimulem a população a deixar o carro em casa e procurar outras formas de transporte, principalmente a bicicleta.

A organização do Dia Mundial Sem Carro em São Paulo pretende realizar pesquisa com os moradores da cidade para calcular quantas pessoas aderiram à campanha.

De acordo com a assessoria de imprensa, a pesquisa irá levantar informações quanto ao número de adesões e as opiniões da população sobre o Dia Mundial Sem Carro. As informações servirão para programar melhorias nas próximas edições do evento, que passou a fazer parte do calendário da cidade.

Oded Grajew, do Movimento Nossa São Paulo, considera que o mais importante não é um grande número de adesões, mas sim a mensagem passada. "O mais importante é o que acontecer antes, durante e depois desse dia. É preciso conscientização sobre a doença que as grandes cidades enfrentam, que é a prioridade das pessoas pelo transporte individual."

Os organizadores estimam que 2.000 pessoas participaram do show de encerramento, que aconteceu às 18h na esquina da rua Leôncio de Carvalho com a avenida Paulista, na região central de São Paulo. Outras 850 pessoas teriam participado de uma passeata organizada para o evento, também na região da avenida Paulista --aproximadamente 350 participantes eram ciclistas.

Ao longo do dia, diversas atividades foram realizadas em diferentes locais, como no Parque Villa-Lobos, no parque Ibirapuera e no elevado Costa e Silva --"Minhocão".


Loading. Please wait...

Fotos popular