Pravda.ru

CPLP » Brasil

'Os EUA inventaram o EI, assim como já haviam inventado a Al Qaeda'

23.02.2017
 
'Os EUA inventaram o EI, assim como já haviam inventado a Al Qaeda'. 26068.jpeg

'Os EUA inventaram o EI, assim como já haviam inventado a Al Qaeda'

Feres Fares é muçulmano, nascido no Brasil e que passou boa parte de sua vida no Líbano. Engenheiro formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), trabalhou como professor no Sistema de Ensino Poliedro e no Colégio Bandeirantes. Atualmente, leciona no curso Alferes e é tradutor na Mesquita Brasil.

Eduardo Vasco

Na seguinte entrevista, ele comenta especificidades da religião islâmica, revela como a mídia distorce a imagem do islamismo e fala sobre os reais interesses por trás do "Estado Islâmico".

  

·      Você acha que a mídia dissemina estereótipos negativos a respeito dos muçulmanos?

Sim, muitos falam mal da religião para alcançarem seus objetivos políticos. Devemos sempre fiscalizar o que a mídia fala porque a mídia narra em nome dos patrocinadores, de quem paga. O Alcorão nos ensina que qualquer noticiário que chega até você, você não deve acreditar até escutar testemunhas que vivenciaram isso fisicamente.  No Alcorão Deus fala: "se chegar alguma notícia a você, não acredite até falar com duas testemunhas que presenciaram pessoalmente." Não acredite no "disse e me disse". Se a pessoa investigar sempre, não haverá problemas porque há sempre pessoas que fazem coisas para prejudicar as outras.

Qual a sua posição a respeito do chamado "Estado Islâmico"? Alguns dizem que eles seguem uma interpretação radical do Islã, e os próprios militantes desse grupo afirmam que seguem o que está escrito no Alcorão. Isso é verdade?

O Estado Islâmico é uma ficção americana igual foi um dia a Al Qaeda. Em 1964, quando deram o Golpe Militar aqui no Brasil, todos que eram comunistas, ou que eram contra o governo e eram acusados de comunistas, eles enfiavam na prisão. É a mesma coisa da religião muçulmana, taxam o muçulmano como "terrorista". O Islã não está entre eles! Eles não são muçulmanos! Eles (os Estados Unidos) inventaram esse Estado Islâmico, igual inventaram a Al Qaeda.

·      E quanto à divulgação de vídeos dos crimes cometidos por eles?

É uma mentira descarada! Se você for ver aquelas imagens que eles mostram, igual àquela dos dois repórteres japoneses. Se você pegar a foto, a sombra que deveria estar de um lado está do outro. Isso significa que tinha duas luzes fortes para projetar os lados da sombra erradas, não era luz natural, do sol. Em relação ao militar jordaniano que foi queimado, aquele piloto... Se você está sendo queimado, o que você faz? Fica desesperado! Vê lá o filme, ele fica "paradão"! Se você queimar qualquer coisa, sai fumaça. Se você vê o jordaniano, não sai fumaça nenhuma! E todos os filmes que eles fizeram, não tem degolação, só tem insinuação de degola. Igual àquele vídeo dos 20 egípcios que chegaram à praia com um monte de câmera mostrando, parece um filme, muito profissional! Eles usam Rolex! Primeiro, que usamos relógio no braço direito por causa da posição que colocamos na nossa oração e, segundo, não usamos ouro.

·      Por que o uniforme dos membros do Estado Islâmico é todo negro?

Em 2014 houve o Massacre de Gaza na Palestina. Israel, com todo seu poderio militar, não conseguiu entrar, não conseguiu avançar um metro pra frente! Quem estava defendendo Gaza? Pessoas, homens, mulheres e crianças vestidas de preto. Só aparecia o olho deles porque dentro de Gaza moram dois milhões de pessoas, mas tem muitos infiltrados, tem muitos informantes de Israel. Eles contratam os caras, sabe que eles precisam de grana e falam: "a gente te dá grana, vamos ajudar sua família e você fica de olho. Quando eles chegarem na casa deles, você nos avisa." Aí eles bombardeiam a casa da pessoa quando ela está lá, em questão de minutos. É tudo muito rápido. Então o Exército de Gaza ficou famoso. Se você ver na internet como eram as pessoas que defendiam Gaza, você encontra que ao longo de três anos eles fizeram passagens subterrâneas com 25 metros de profundidade, para nenhum míssil conseguir entrar, para se protegerem da invasão de Israel. Todos do "Estado Islâmico" se vestem de preto para manchar a imagem dos defensores de Gaza, assim eles matam vários coelhos com uma cajadada só: mancham o pessoal de Gaza usando essa vestimenta e, ao mesmo tempo, usam com o terrorismo.

  

·      Você acha que o 11 de Setembro foi realmente planejado pela Al Qaeda?

As torres gêmeas foram derrubadas pelos próprios americanos. Os aviões não derrubaram as torres, quem derrubou as torres foram as bombas internas no próprio prédio, foram explosões causadas por quem construiu o prédio para derrubá-lo. Naquele dia, por exemplo, nenhum judeu foi trabalhar. Segundo sites americanos, 5.500 trabalham no World Trade Center e naquele dia nenhum judeu foi trabalhar, por quê? Não era feriado, não era uma terça-feira... Por qual motivo nenhum judeu naquele dia foi trabalhar? São perguntas que ninguém sabe responder. Não estou acusando os judeus, não é isso, mas a política é muito suja. Eles querem tirar dinheiro da situação.

·      Você tem mais exemplos de atentados forjados para acusar os muçulmanos e reforçar esse estereótipo negativo?

Em 31 de outubro de 1999, um avião foi derrubado no centro de Boston. Naquela época eu estava assistindo ao "Fantástico" e o repórter disse que o cara se suicidou. Então eu falei: "impossível ele se suicidar porque quem faz isso, segundo nossa religião, vai pro inferno." Cadê as caixas pretas? Não tinha caixa preta nenhuma. Depois começaram a falar na mídia americana que o piloto foi ao banheiro e demorou no banheiro... furada! Foi um míssil que derrubou o avião, foi comprovado no satélite. O governo egípcio não falou nada porque tinham 49 passageiros que eram coronéis do exército das forças armadas egípcias que foram fazer curso de treinamento em Boston e eram contra o regime. Então, liquidaram eles de uma vez só. Em 2001, quando houve o 11 de setembro, a primeira coisa que pensei foi "revide desses 49". Não foi por que os nomes dos envolvidos no 11 de Setembro eram de pessoas que haviam morrido um ano atrás. Igual agora no "Je suis Charlie" na França, os nomes que trouxeram como os criminosos, que cometeram a matança no Charlie, já haviam morrido. Pegaram nomes de pessoas que já tinham morrido um ano antes. Você vai e pega a listagem desses 50 camaradas que estavam no voo, era pra ser 50 pessoas, 49 subiram, faltou um. Quem que faltou? O atual presidente do Egito. É tudo muito forte.

Quais os interesses por trás da tentativa de demonização dos muçulmanos?

É uma questão política. Hoje em dia, envolvendo muito mais dinheiro do que religião. Eles usam a religião como pretexto para manipular a massa, mas o principal motivo de toda a ação é lucro, é dinheiro. Então, quem banca a mídia internacional são, basicamente, os bancos, as empresas de armamento, as empresas de bebida alcoólica e as empresas de minerais. O que mais dá dinheiro é armamento e tecnologia. Tanto a tecnologia no armamento quanto a propriamente dita. Onde tem mais petróleo no mundo? Nos países árabes: Iraque, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Líbia, etc. Eles (as empresas) fazem de tudo para pegar esse petróleo.

·      Em alguns países árabes, o islamismo não é a única religião. Existem conflitos, dentro desses países, entre muçulmanos e não muçulmanos?

Sim, especialmente no Egito. Lá eles têm um ódio contra os muçulmanos. Existe uma religião chamada Religião Egípcia e eles têm o papa deles, diferente do papa de Roma. A ordem deles é que qualquer cristão egípcio deve tatuar nos braços uma cruz para dizer que é cristão, para não ter perigo de ele virar muçulmano. Isso porque não usamos tatuagem e muito menos uma cruz.

 

O que você acha das ações de organizações internacionais, como a ONU, de intervir na questão da faixa de Gaza?

Então, é tudo questão política. A gente não critica ninguém, não temos nada contra ninguém, só que eles querem tomar essas fortunas e usam da mídia, por exemplo, para justificar que a ONU pode intervir na situação, usar armamentos e exército de vários países do mundo, precisamente 60 países. Invadem um lugar, deixam-no destruído e você pergunta, quem vai reformar isso? Quem são as empresas contratadas para fazer a reforma? Só empresas europeias e americanas. Ah, não tem dinheiro? Paga em petróleo. Então isso endivida o país.  O petróleo vira uma moeda já endividada e o país fica endividado com o que tem. Em 1973, quando houve a guerra de Israel contra os Países Árabes, o rei da Arábia Saudita cortou o petróleo para a América. Nixon ia de bicicleta à Casa Branca, pega no noticiário pra você ver. Então é uma forma de você tomar o petróleo, está na mão deles, é uma forma de ter controle absoluto sobre toda a situação. A política é muito forte, infelizmente o pessoal pensa muito monetariamente. 

 


Loading. Please wait...

Fotos popular