Pravda.ru

CPLP » Brasil

Brasil: Cofecon lança propostas para o País

21.09.2006
 
Pages: 12
Brasil: Cofecon lança propostas para o País

Brenda Marques Pena

Pensar o Brasil em longo prazo, com desenvolvimento sustentável e "integração virtuosa", em que cada região participa da dinâmica econômica nacional. Estes são alguns dos pontos principais do documento "Um Projeto para o Brasil: A força da unidade na diversidade". O trabalho foi lançado nacionalmente ontem, às 19 horas, pelo Conselho Federal de Economia (Cofecon) com o apoio do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE), durante solenidade no Hotel Gran Marquise by Sol Meliá, em Fortaleza. As propostas dos economistas brasileiros serão apresentadas aos candidatos à Presidência da República.


Um dos desafios que o documento propõe ao próximo presidente é que, no Brasil, o alcance do desenvolvimento sustentável exigiria taxas anuais de crescimento acima de 6% (ao ano) no curto e médio prazo e taxas de investimento próximas de 24% do Produto Interno Bruto (PIB) e não abaixo de 20% como se observou nos últimos 15 anos. "E o papel do Estado é fundamental na definição e implementação de um projeto de desenvolvimento para o País, lembrando que esse objetivo não pode ser alcançado em pouco tempo. Exige um planejamento de longo prazo que tenha continuidade independente de governos", reforça o trabalho do Cofecon.


O presidente do Conselho, Synésio Batista, destaca que, na segunda-feira, as propostas do "Um projeto para o Brasil" serão entregues ao candidato do PSDB à Presidência Geraldo Alckmin. Na próxima semana, o documento também será levado a Lula, através do assessor internacional do presidente da República, Marco Aurélio Garcia. Heloísa Helena (PSol), Cristovam Buarque (PDT) e os outros presidenciáveis também receberão o trabalho do Cofecon, que foi elaborado com a participação dos 26 Corecons do Brasil.


O coordenador do "Um projeto para o Brasil" e coordenador de Relações Parlamentares do Cofecon, Cláudio Ferreira Lima, destaca que para o País alcançar o desenvolvimento sustentável precisará sair do rentismo e voltar o foco para o investimento produtivo, distribuir renda, reduzir as disparidades regionais (com respeito às potencialidades de cada Região) e investir fortemente em educação. Outros pontos fundamentais seriam ampliar o aparelhamento logístico (transporte, telecomunicações, estradas e portos) e a oferta de água e energia.


Synésio lembra também que o Brasil terá que fincar sua presença como líder no comércio internacional e garantir sua inserção na economia globalizada. Na opinião da presidente do Corecon-CE, Suely Chacon, o desenvolvimento sustentável do País passa não só pelo âmbito econômico, mas também social, ambiental e pelo fortalecimento das instituições. Para ela, mais que obter boas taxas de crescimento econômico, o Brasil precisa crescer com qualidade.


PROPOSTAS


Pontos do documento "Um projeto para o Brasil" do Cofecon
* O alcance do desenvolvimento sustentável exigiria taxas anuais de crescimento acima de 6% no curto e médio prazos, e taxas de investimento próximas a 24% do PIB.
* A inserção do Brasil na economia globalizada deve passar por articulações internas e integração de todas as regiões dentro da dinâmica nacional.
* Superar o rentismo para se retomar o desenvolvimento, através da mobilização da poupança interna.
* Colocar o Brasil no centro da dinâmica econômica e do processo decisório internacional
* Ter meta de poupança, em vez de meta de superávit primário.
* Investir em educação - apoiada na ciência, tecnologia e inovação, tanto para reduzir as desigualdades como para promover a cidadania.
* Recompor e melhorar a infra-estrutura para o aumento da produção e da produtividade, a fim de conquistar novos mercados internacionais e reduzir a vulnerabilidade externa, sem se descuidar do mercado interno.
* A política econômica (monetária, fiscal e cambial) deve estar a serviço do projeto nacional e não do rentismo.
* Planejar o País em longo prazo, estabelecer marcos regulatórios que proporcionem segurança jurídica e melhorar as relações institucionais, através do aperfeiçoamento do sistema político-partidário.
___________________
*Assessoria de Imprensa do Conselho Federal de Economia
(61) 3224-4385 (61) 9994-2133

Assessores Econômicos falam dos Projetos dos Presidenciáveis para fazer a Economia do Brasil Crescer

Por Brenda Marques Pena

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular