Pravda.ru

CPLP » Brasil

As elites moldam o sistema pensando no Lula e no PT

19.05.2018
 
As elites moldam o sistema pensando no Lula e no PT. 28795.jpeg

As elites moldam o sistema pensando no Lula e no PT

por Gustavo Adolfo Medeiros(*)

Muita gente dita de esquerda continua tendo esperança no Sistema. Recentemente, o STF aprovou que parte do processo do Sítio de Atibaia fosse enviado para São Paulo, e isto poderia levar ao questionamento se Moro é competente para julgar Lula. Nesse caso, percamos a esperança, o Sistema sempre trabalhou contra Lula, o PT e a esquerda. Seria um milagre se anulassem o julgamento de Moro. O golpe é com o Supremo e com tudo. Não dá para esquecer. Só a mobilização popular, inclusive a desobediência civil, para mudar essa realidade mórbida.

Desde a redemocratização o sistema se moldou para prejudicar o Lula/PT e beneficiar os eleitos do Establishment.

Mandato Presidencial:

1 - A constituição aprovou 5 anos de mandato de Sarney para que ele ficasse mais tempo. Para isso, Sarney comprou votos com as concessões de rádio.

2 - Depois, temerosos de que Lula viesse a ser eleito, aprovaram emenda constitucional determinando que o presidente exercesse apenas 4 anos de mandato, sem direito a reeleição.

3 - Entretanto, o eleito foi FHC. Este, alegando que 4 anos eram pouco, resolveu aprovar a reeleição comprando votos de parlamentares. Certamente FHC não acharia pouco se o presidente fosse Lula. Foi provada a reeleição. Houve casos em que os parlamentares reclamaram por terem recebido "apenas" R$ 200 mil em vez de R$ 400 mil, conforme gravado em fita. Deveriam ter ido ao PROCOM.

4 - Aécio e outros políticos acharam que a reeleição era muito ruim para a democracia e que não deu certo. Ele, porém, mudou de ideia quando notou que tinha tudo para ser eleito.

Parlamento:

1 - Severino Cavalcante era tido como corrupto. Mesmo assim, a oposição se uniu a descontentes na base aliada e elegeram o "rei do baixo clero" presidente da Câmara. Contra a tradição de se eleger o presidente da Câmera vindo do partido que tivesse maior bancada, no caso, o PT. Severino Cavalcante acabou caindo por corrupção.

2 - Apesar de o regulamento interno determinar que não se pode criar mais de uma CPI para investigar o mesmo tema, contra o PT abriu-se 3 CPIs (Correios, Mensalão e Bingos), tudo para investigar o Mensalão. Os parlamentares antipetistas conseguiram autorização do STF para instalar as 3 CPIs ao mesmo tempo. No tempo em que o PT era oposição, os parlamentares petistas tinham suas propostas de CPI derrubadas no STF.

Justiça:

1 - Apesar de todas as grandes decisões parlamentares terem sido aprovadas com compra de votos, colocou-se esta pecha no PT. O Mensalão é um curioso caso de suposta compra de votos em que nenhum parlamentar foi condenado por vender seu próprio voto, só presidentes e tesoureiros de partidos foram presos por terem aceitado dinheiro do Partido dos Trabalhadores, dinheiro prometido pelo PT para cobrir gastos de partidos aliados durante a campanha, mas que virou compra de parlamentares nesta narrativa. Todos os partidos majoritários tinham o costume de financiar os partidos menores, e isto era feito de forma aberta, sem que, até então, se associasse essa prática a ato de corrupção.

2 - Enquanto os supostos mensaleiros ligados ao PT eram julgados todos em conjunto, num "espetáculo" televisionado para a execração pública, incluindo pessoas sem foro privilegiado, mensaleiros tucanos eram transferidos para a primeira instância, a fim de terem seus crimes prescritos. Tempos depois, foram julgados sob o silêncio da grande mídia.

3 - Inaugurou-se com o PT a teoria do domínio do fato. Provas documentais deixaram de ser fundamentais, indícios no seu conjunto passaram a ser considerados provas. Sem provas, Dirceu foi condenado, alegaram que indícios ou provas indiretas indicavam que Dirceu era culpado. Também fizeram o mesmo com o Lula. A alegação era de que não se deixam rastro da corrupção. Porém há provas documentais contra Aécio Neves (gravação e mala cheia de dinheiro), contra FHC (documentos de pagamento a amante dele), contra Geddel Vieira Lima (pilha de dinheiro no apartamento), contra José Serra (conta na Suíça) etc. Mas contra este pessoal nem mesmo prova documental é suficiente. Depois o procurador Deltan Dallagnol alegou que não se pegava tucano porque tinham foro privilegiado. Morre mais esta mentira, pois o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, apesar de perder o foro privilegiado, foi mandado para a Justiça Eleitoral a fim de responder por um crime menor, e FHC teve o crime prescrito.

4 - Quando o ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz investigou pessoas do Sistema, como o banqueiro Daniel Dantas, com o assessor sendo pego oferecendo propina, passou então a ser atacado pela imprensa, alegava-se que ele gostava de aparecer. Prótogenes foi acusado de grampo ilegal e teve que fugir do país. A Operação Satiagraha foi morta. Porém, quando o juiz Sérgio Moro autorizou um grampo ilegal com ajuda da Globo, grampeando e divulgando o grampo feito contra a presidenta Dilma, muita gente aplaudiu de pé. Moro recebe prêmios, adora os holofotes da mídia, e todos os inimigos do PT o aplaudem.

5 - Moro se empenhou para botar na cadeia pessoas ligadas ao PT, inocentes ou culpadas, paralisando a Petrobrás e todo o Sistema de Engenharia Pesada e Construção Civil. Não se empenhou igualmente no caso do Banestado, morto na sua mão. O dinheiro desviado na época é calculado em mais de 100 bilhões de dólares, foi um desvio maior que o Petrolão. Era dinheiro das privatizações. O desvio foi maior que o próprio dinheiro arrecadado nas privatizações e maior que nossas reservas internacionais. O dinheiro poderia ter salvado o país, que ficou sem reservas internacionais, acabou na mão do FMI e sujeito a chantagens internacionais.

Se as pessoas tendem a esquecer destes fatos, eu, não. A verdade é que o PT incomoda os planos da entrega da riqueza nacional para os estrangeiros, incomoda porque inclui pessoas pobres no mercado de consumo, na universidade etc. O PT não é sabotado por seus defeitos, mas por suas virtudes. Seus defeitos, quando são exagerados, são apenas pretextos para se atender a interesses antinacionais e escravocratas.

(*)Gustavo Adolfo de Medeiros. Carioca. 45 anos. Engenheiro de Telecomunicações e Mestre em Inteligência Artificial.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular