Pravda.ru

CPLP » Brasil

Quatro brasileiros morreram no ataque que Israel promove

17.07.2006
 
Quatro brasileiros morreram no ataque que Israel promove

 O consulado do Brasil em Beirute, capital do Líbano, informou hoje, conforme o telejornal "Bom Dia Brasil", da rede Globo, que quatro brasileiros morreram no ataque que Israel promove no sul do país, em represália ao sequestro de dois soldados israelenses pelo Hezbollah - grupo extremista libanês.


Junto ao casal de brasileiros morto, havia duas crianças: Fátima Nour, de quatro anos, e o irmão, Ali, de oito. Os dois nasceram em São Paulo.
Hoje, Israel disparou mísseis contra as pistas de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Beirute e, conforme a BBC Brasil, além do bloqueio aéreo, impôs o bloqueio naval ao país, através do envio de navios de guerra. Israel quer impedir que o Hezbollah mude os soldados sequestrados de lugar.
Em outro ataque, o prédio do canal de televisão Al-Manar, do grupo extremista, que fica em um subúrbio no sul da capital libanesa, foi atingido. O Hezbollah só entregará os soldados se Israel libertar prisioneiros libaneses em seu poder.

 O consulado do Brasil em Beirute, capital do Líbano, informou hoje, conforme o telejornal "Bom Dia Brasil", da rede Globo, que quatro brasileiros morreram no ataque que Israel promove no sul do país, em represália ao sequestro de dois soldados israelenses pelo Hezbollah - grupo extremista libanês.


Junto ao casal de brasileiros morto, havia duas crianças: Fátima Nour, de quatro anos, e o irmão, Ali, de oito. Os dois nasceram em São Paulo.

e decolagem do Aeroporto Internacional de Beirute e, conforme a BBC Brasil, além do bloqueio aéreo, impôs o bloqueio naval ao país, através do envio de navios de guerra. Israel quer impedir que o Hezbollah mude os soldados sequestrados de lugar.

Em outro ataque, o prédio do canal de televisão Al-Manar, do grupo extremista, que fica em um subúrbio no sul da capital libanesa, foi atingido. O Hezbollah só entregará os soldados se Israel libertar prisioneiros libaneses em seu poder.


Loading. Please wait...

Fotos popular