Pravda.ru

CPLP » Brasil

Mandante da morte de Irmã Dorothy recebe pena máxima

16.05.2007
 
Mandante da morte de Irmã Dorothy recebe pena máxima

O fazendeiro Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, um dos mandantes do assassinato da irmã Dorothy Mae Stang, em Anapu, no Pará, foi condenado hoje a 30 anos de prisão em regime fechado.

Por maioria de votos - 5 a 2 -, o Tribunal do Júri de Belém acolheu o recurso de que o crime foi cometido mediante promessa de recompensa e negou as atenuantes solicitadas pela defesa do fazendeiro. O júri foi presidido pelo juiz Raimundo Moisés Alves Flexa.

O brutal assassinato de Dorothy, em 12 de fevereiro de 2005, chocou o país e o mundo e expôs internacionalmente a realidade de um estado onde lideranças sociais têm sido sistematicamente ameaçadas e mortas a mando de grandes proprietários de terra da região.

Dorothy Stang foi assassinada enquanto caminhava pelas florestas do PDS (Projeto de Desenvolvimento Sustentável). Ela foi alvejada por Raifran das Neves Sales, o Fogoió, com seis tiros de arma de fogo calibre 38. Clodoaldo Batista estava ao lado de Raifran e assentiu a toda a execução. Os dois foram os primeiros a serem julgados, sendo sentenciados a cumprir, respectivamente, 27 e 17 anos de reclusão em regime fechado. Eles estão recolhidos em presídio da Região Metropolitana de Belém. Em razão da pena a que foi condenado, Raifran deve ser submetido a novo julgamento pelo Tribunal do Júri.

Amair Feijoli da Cunha, o Tato, fazendeiro responsável por intermediar o assassinato, foi levado a julgamento no final de abril de 2006 e condenado ao cumprimento de uma pena de 18 anos de prisão em decorrência de ter sido considerado culpado pela morte da freira.

Também responde pelo crime o fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, que aguarda, em liberdade, beneficiado por uma decisão do Supremo Tribunal Federal, o julgamento dos inúmeros recursos interpostos para evitar o júri popular.

Informações para a imprensa :

Comitê Dorothy

(91) 3230-2433 (Luciney)

Rede Social de Justiça e Direitos Humanos

(11) 3271-1237 / (11) 8468-0910 (Evanize Sydow) / (11) 8468-1009 (Dr. Aton Fon)


Loading. Please wait...

Fotos popular