Pravda.ru

CPLP » Brasil

Brasil: Ocupações nas Universidades

15.06.2007
 
Pages: 12

E hoje, perante as ocupações na USP, Unesp e Unicamp quem estaria disposto a fazer o papel do bispo? Alguns pedem a intervenção policial. Caso isso  ocorra, as universidades passariam a ser ocupadas não pelos seus alunos e funcionários, mas por uma força militar repressiva inaugurando uma situação inédita e que se tornaria a maior violação doprincípio da autonomia  universitária.


A universidade, sede do pensamento crítico e do debate livre das idéias estaria cedendo a voz da razão para a força das armas. A situação da USP é a mais crítica. Ainda é tempo da reitora Suely Vilela realizar o que havia  se comprometido: conversar com os estudantes numa audiência pública, ouvir
as suas reivindicações e explicar-lhes a sua posição diante dos decretos do governador Serra. Ainda é tempo de ser convocada uma reunião aberta no  anfiteatro na qual a crise entre a comunidade acadêmica possa ser debatida, sem a presença da polícia.


Neste momento, a simples retomada da negociação e a reabertura do diálogo já seriam uma demonstração de respeito à vocação crítica e democrática da  universidade autônoma. O outro caminho é o da repressão policial que abrirá uma ferida que será difícil de curar no seio da USP e de todas as universidades públicas paulistas e brasileiras.

* Henrique Carneiro é professor do Departamento de História da USP.
Ruy Braga é professor do Departamento de Sociologia da USP.
Alvaro Bianchi é professor do Departamento de Ciência Política da Unicamp.


Prof. Tarcisio Praciano Pereira
Contra guerras, irrestritamente pela PAZ

tarcisio@member.ams.org
http://tarcisio.wordpress.com

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular