Pravda.ru

CPLP » Brasil

Prioridade: Lula destaca investimento em educação para que país se desenvolva

10.11.2006
 
Prioridade: Lula destaca investimento em educação para que país se desenvolva

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva ressaltou ontem (8), no encerramento da Primeira Conferência Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, a necessidade do reforço da educação, em especial da profissional e tecnológica, para o Brasil se desenvolver.

 “Quando eu falo na formação profissional da nossa juventude, é quase um compromisso de fé, não é um programa de governo ou um compromisso de campanha eleitoral”, afirmou.

Para os próximos quatro anos, Lula reafirmou seu compromisso de investir na educação, promover o desenvolvimento brasileiro e reduzir as desigualdades sociais no país.

Ele ressaltou que a palavra gasto, quando se trata de educação, deve ser substituída por investimento. “Não tem nada que dê mais retorno ao país do que a formação no conhecimento, na inteligência, para que a gente possa se transformar além de um país exportador de soja e de outros produtos, em um país também exportador de inteligência, exportador de conhecimento. E isso passa pela qualificação de mão de obra”, disse.

O presidente Lula reconheceu que apesar de seu governo já ter feito “muito mais do que foi feito há algum tempo atrás”, ainda está aprendendo como fazer as coisas. E anunciou que continuará lutando pela aprovação do Fundeb no Congresso Nacional e que quer criar em cada cidade-pólo deste país uma escola técnica e uma extensão universitária. Lula disse que a sociedade pode e deve cobrá-lo.

O presidente afirmou que neste momento não é para a sociedade questioná-lo quanto vão custar os investimentos a serem feitos na educação brasileira. “Eu quero que me perguntem, daqui a 20 anos, quanto custou ao país a gente não fazer o que tem que fazer agora, e já, pela educação brasileira, pela formação profissional e pela qualificação dos nossos professores e dos nossos funcionários. Chega de tentar economizar às custas dos já miseráveis salários das pessoas neste país.

É preciso que a gente economize em outras coisas, é preciso que a gente tenha consciência. Então, ao invés de ficar discutindo apenas onde cortar, nós temos que discutir onde crescer, como crescer e como fazer justiça neste país, que está precisando de justiça mais do que nunca”.

Fonte: PT


Loading. Please wait...

Fotos popular