Pravda.ru

CPLP » Brasil

Papa Bento XVI fez primeiro discurso em português

10.05.2007
 
Papa Bento XVI fez primeiro discurso em português

O Papa Bento XVI fez ontem (09) seu primeiro discurso logo após chegar a Brasíl na primeira visita à América Latina .

«Estou muito feliz por passar alguns dias com os brasileiros. Sei que a alma deste povo, bem como a de toda a América Latina, conserva valores radicalmente cristãos», afirmou , recordando que o país "possui hoje o mais alto número de católicos" do mundo.

O Papa disse que o objectivo da sua visita ultrapassa as «fronteiras nacionais» porque presidirá domingo à abertura da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e das Caraíbas (CELAM).

O encontro decorrerá na Cidade de Aparecida, local de um Santuário Nacional, no interior do Estado de São Paulo, com a presença de 176 bispos de 35 países.

O Papa foi recebido ao descer do avião pelo presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e sua mulher Marisa.

O Papa respondeu exprimindo, em português, a alegria de visitar o Brasil, "um país de grande tradição católica" e destacou o "caráter essencialmente religioso de sua viagem".

Desejou que a Igreja latino-americana reforce sua identidade "promovendo o respeito à vida da concepção até seu declínio natural". Durante a visita de quatro dias, o Papa canonizará o primeiro santo brasileiro, Frei Galvão, e inaugurará domingo a V conferência da Conferência Episcopal Latino-Americana (Celam).

Do aeroporto e em seu primeiro discurso no país, inteiramente em português, o pontífice disse esperar que este encontro possa dar "um novo vigor e impulso missionário ao continente", uma região que registrou um forte avanço das religiões evangélicas pentecostais.

Expressou votos também para que o conclave reitere as posições de "respeito à vida, como exigência própria da natureza humana", numa clara mensagem contra a eutanásia e o aborto, depois da recente descriminalização dessa prática na Cidade do México.

Ao chegar ao Brasil, o pontífice fez referência à "solidaridade com os pobres e desamparados" fazendo menção especial aos povos indígenas, originários da América.

Afirmou que a Igreja insistirá no "fortalecimento da família, da juventude (...) defendendo e promovendo seus valores em todos os segmentos da sociedade, especialmente o dos povos indígenas".

"Nosso país o recebe com os braços abertos porque muito espera de sua liderança", disse o presidente Lula a seu lado, acrescentando que ambos compartilham interesses comuns na "revitalização" da família e da juventude.

Bento XVI dirigiu-se em seguida ao aeródromo do Campo de Marte onde o prefeito da capital econômica do Brasil, Gilberto Kassab, entregou a ele simbolicamente uma chave da cidade.

O Papa se encontrará nesta quinta-feira com jovens no estádio do Pacaembu e celebrará sexta-feira missa pela canonização do beato Frei Galvão.

Cerca de 10.000 homens foram mobilizados para garantir a segurança do Papa. Cerca de 3.500 jornalistas estão acompanhando a visita.

Na noite de sexta-feira, o Papa irá a Aparecida, onde será celebrada missa domingo ante o santuário dedicado à santa padroeira do Brasil. Bento XVI abrirá em seguida a V Assembléia da Conferência Episcopal da América Latina(Celam) e dará suas orientações a 166 bispos e cardeais de 22 países da região, reunidos pela primeira vez em 15 anos.

 Fonte Diário do Nordeste


Loading. Please wait...

Fotos popular