Pravda.ru

CPLP » Brasil

Brasil: Levantamento Sistemático da Produção Agrícola

09.11.2007
 
Pages: 12

Em 2007, safra de grãos deverá crescer 13,9%

A estimativa de outubro da safra nacional de grãos aponta para uma produção de 133,3 milhões de toneladas, 13,9% maior que a de 2006 (117,0 milhões de toneladas) e apenas 0,1% menor do que a estimativa do mês anterior. O arroz, o milho 1ª e 2ª safras e a soja, os três principais produtos da safra, somaram 121,0 milhões de toneladas, representando 90,8% da produção nacional.

A área cultivada em 2007 sofreu uma pequena retração (0,2%), situando-se em 45,5 milhões de hectares. Entre os principais produtos cultivados, a soja apresentou a maior redução de área, com cerca de 1,4 milhão de hectares. Nas Grandes Regiões, a produção de grãos, em toneladas, ficou distribuída da seguinte forma: Sul (59,9 milhões); Centro-Oeste (44,0 milhões); Sudeste (15,9 milhões); Nordeste (10,1 milhões); e Norte (3,5 milhões).

Em outubro, dois produtos destacaram-se com variações nas estimativas de produção frente a setembro: cevada em grão (+2,2%) e trigo em grão (-1,7%). O resultado verificado na cevada em grão deveu-se à reavaliação na estimativa do Rio Grande do Sul, em virtude da inclusão de novas áreas, agora consideradas pelo LSPA. No caso do trigo em grão, o motivo foi a queda do rendimento médio em praticamente todos os estados produtores, como conseqüência de problemas de ordem climática, notadamente no Rio Grande do Sul, onde fortes chuvas e fenômenos meteorológicos, como vendavais e granizo, determinaram a queda de produtividade da cultura.

Dezesseis culturas tiveram variação positiva na estimativa de produção frente a 2006

Dentre os 25 produtos analisados, 16 apresentaram variação positiva na estimativa de produção frente a 2006: algodão herbáceo em caroço (32,8%); amendoim em casca 2ª safra (18,2%); batata-inglesa 1ª safra (22,6%); batata-inglesa 2ª safra (4,1%); cacau em amêndoa (9,6%); cana-de-açúcar (13,1%); cebola (4,3%); cevada em grão (33,3%); feijão em grão 1ª safra (14,1%); laranja (1,2%); mandioca (2,7%); milho em grão 1ª safra (15,7%); milho em grão 2ª safra (35,9%); soja em grão (11,3%); trigo em grão (59,3%); e triticale (2,7%). Os produtos com variação negativa foram: amendoim em casca 1ª safra (10,2%); arroz em casca (2,5%); aveia em grão (35,7%); batata-inglesa 3ª safra (2,0%); café em grão (16,0%); feijão em grão 2ª safra (19,9%); feijão em grão 3ª safra (0,9%); mamona em baga (2,2%); e sorgo em grão (14,3%).

Com a colheita dos produtos da safra de verão encerrada nos grandes centros produtores de grãos, aguarda-se apenas a conclusão no Nordeste. Por força do calendário agrícola esta região ainda apresenta algumas lavouras por colher. No momento, estão em processo de acompanhamento de campo apenas as culturas de 2ª e 3ª safras, bem como as de inverno. O trigo, principal produto da safra de inverno, embora tenha enfrentado problemas de estiagem, apresenta uma produção 3.953.223 t mostrando um significativo acréscimo de 59,3% frente à obtida na safra anterior. Lembramos que a safra passada foi seriamente prejudicada por adversidades climáticas como estiagem no início do ciclo da cultura, altas temperaturas no início do inverno e geadas entre o final de agosto e princípio de setembro.

Ricardo Bergamini
ricoberga@terra.com.br
rbfln@terra.com.br
http://paginas.terra.com.br/noticias/ricardobergamini

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular