Pravda.ru

CPLP » Brasil

Rio receberá Feira da Agricultura Familiar

09.09.2008
 
Rio receberá Feira da Agricultura Familiar

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, lança, nesta quarta-feira (10), na Marina da Glória, Rio de Janeiro, a 5ª Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária. O evento terá a presença de autoridades do governo do estado, da Prefeitura do Rio e de lideranças do setor responsável pela produção de 70% dos alimentos consumidos pelos brasileiros.

De 26 e 30 de novembro, o espaço de 25 mil metros quadrados reunirá, em 480 estandes individuais e coletivos, a diversidade da produção de agricultores familiares, assentados da reforma agrária, pescadores artesanais, extrativistas, indígenas e quilombolas de todo país. Cada ambiente da Feira será inspirado nas regiões do Brasil rural, seus estilos e características. Na abertura será feito um desfile do Projeto Talentos do Brasil, que reúne artesanato com design arrojado. A nova coleção que o Brasil irá conhecer nesta quarta-feira será vista na França em 2009, no SOEthic, salão de produtos éticos.

Depois de quatro edições em Brasília, onde 1.798 empreendimentos agroindustriais e artesanais movimentaram R$ 40 milhões, a grande vitrine da agricultura familiar se transfere para o Rio de Janeiro em 2008. A Feira terá como novidade a criação de ilhas temáticas. Formadas por estandes coletivos, elas vão reunir de 15 a 20 expositores. Dois exemplos são a Praça da Cachaça, réplica de um botequim para degustação de produtos artesanais e orgânicos, e a Praça dos Orgânicos, um armazém para a venda e degustação de sucos, doces, geléias, licores e compotas sem agrotóxicos.

Na Praça da Biodiversidade, um pedaço do Brasil que dá gosto. Sabores do Nordeste, na rede Bodega, e quitutes das regiões Centro-Oeste e Sudeste, na rede Central do Cerrado. Na Praça do Biodiesel, uma maquete interativa explica como se desenvolve a cadeia produtiva do biocombustível, da matéria-prima ao processamento. Na Praça do Artesanato, espaço para exposição de produtos feitos por artesãs e artesãos rurais. Destaque para o Projeto Talentos do Brasil.

As raízes culturais do Brasil tradicional e contemporâneo têm encontro no Palco Multicultural, a ser montado especialmente para a Feira. Com painel gigante, som, iluminação e arquibancadas, o Palco Multicultural terá a capacidade para 4.500 pessoas. Serão dois espetáculos musicais diários.

No espaço Gastronômico, haverá restaurantes e quiosques regionais e uma área para piquenique familiar. Local perfeito será para degustar vinhos, sucos, pães, cucas, tapioca, queijo coalho, pão de queijo, empadão goiano. Tudo ao som de artistas populares vinculados às tradições culturais do meio rural que se apresentarão num coreto.

Mercosul – Os sócios do Brasil no Mercosul também estarão representados na feira em dois estandes, nos quais divulgarão produtos de seus países. Simultaneamente à feira, será realizada a 10ª Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar no Mercosul (REAF). O encontro reunirá lideranças de trabalhadores da agricultura familiar, técnicos e autoridades do Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai, além de Bolívia, Chile e Venezuela.

Nesta edição, a Feira se vincula ao tema Agricultura Familiar e Produção de Alimentos e ao conceito de responsabilidade social. Estimula a conscientização dos participantes, expositores e visitantes, sobre sustentabilidade e preservação ambiental, com objetivo de aperfeiçoar boas práticas, gerando impactos sociais e ambientais positivos, garantindo um evento de qualidade.

Talentos – Durante o lançamento, o Rio terá uma prévia do que será a Feira da Agricultura Familiar, em Brasília. Na passarela da Marina da Glória, o desfile do Talentos do Brasil vai mostrar a arte de centenas de artesãs do país, com o toque de oito renomados estilistas e designers, como Ronaldo Fraga, Renato Loureiro e Jum Nakao, que desenvolveram peças com materiais produzidos por agricultoras-artesãs. Recursos naturais como palha do buriti, folha do tururi, couro de peixe, sementes, crina de cavalo, pedras preciosas.

Criado pelo MDA em 2005, o projeto tem a parceira do Sebrae e da Caixa Econômica Federal e está presente em 12 estados. Envolve 15 grupos de mulheres que unem moda, beleza e sustentabilidade com geração de renda e melhoria da qualidade de vida. O desfile da quarta-feira terá a participação de quatro cantadeiras do grupo Fibra Valente, que irão se apresentar no evento, combinando a delicadeza das canções baianas com a beleza carioca. As cantadeiras fazem parte do grupo homônimo de artesãs do Projeto.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República


Loading. Please wait...

Fotos popular