Pravda.ru

CPLP » Brasil

Militarismo no Brasil

07.07.2020
 
Militarismo no Brasil. 33557.jpeg

Militarismo no Brasil

MARINO BOEIRA, VOCÊ É UM IDIOTA !!!


Fez ginásio e científico no Julinho; passou no vestibular para o curso de História da UFRGS. Trabalhou durante 30 anos em jornada dupla como jornalista, depois publicitário e professor de duas universidades, para se aposentar pelo INSS com menos de 3 mil reais por mês.


Se em vez de estudar e trabalhar tivesse seguido a carreira militar ( não precisava nem ser oficial, um cursinho de sargento bastaria) estaria hoje, tranquilão desfrutando de uma bela aposentadora.


Dados divulgados pelo Tesouro Nacional mostram que foram gastos, em média, R$ 121,2 mil para cobrir o rombo de cada militar no sistema de proteção social. No caso dos beneficiários do INSS, o valor foi de R$ 6.900. Para cada servidor público, o gasto médio foi de R$ 71,6 mil


O gasto proporcional do governo com os militares militares em 2019 foi 17 vezes o valor gasto com um trabalhador do setor privado que se aposenta pelo INSS .
A remuneração média dos militares que estão na reserva (R$ 128,2 mil por ano) é mais de seis vezes a de um aposentado do INSS (R$ 20,4 mil por ano). O servidor público aposentado recebe, em média, R$ 116,4 mil por ano.

A renda média do brasileiro, em geral, é de R$ 17,3 mil por ano.
E se ainda os militares ficassem dando ordem unida nos quarteis e cuidando das fronteiras, talvez se justificassem toda essa farra com o dinheiro público. Mas, não. No passado,eles derem golpes de estado, comandaram ditaduras sanguinárias e hoje garantem a permanência do Bolsonaro no poder.


Marino Boeira é jornalista, formado em História pela UFRGS

 


Fotos popular