Pravda.ru

CPLP » Brasil

"Brasil Sensacional" torna turismo brasileiro mais conhecido em 12 mercados estrangeiros

06.10.2008
 
Pages: 12
Copa com grande qualidade. Mas também estamos torcendo para que o Rio de Janeiro ganhe a disputa com Tóquio, Chicago e Madri para a sede das Olimpíadas de 2016. Estamos esperançosos de que a Olimpíada seja realizada no Rio de Janeiro. Não será a Olimpíada do Rio, será a Olimpíada do Brasil e do continente sul-americano. É importante observar como a China e Pequim aproveitaram positivamente as Olimpíadas. Tenho certeza de que o Brasil está no caminho certo. O presidente Lula gosta muito desse tema e sabe que desenvolver o turismo é gerar emprego e renda. É uma possibilidade de vender o País lá fora, não só pela questão turística e esportiva, mas porque isso possibilita grandes negócios. O Brasil é um grande exportador, com uma indústria bem desenvolvida, vende aviões, conta com a Petrobras, que é uma grande multinacional. Portanto, é muito importante para o Brasil a promoção de grandes eventos esportivos."


Ministério do Turismo - "Foi uma grande conquista do governo Lula ter criado o Ministério do Turismo. Houve maior organização do setor. Estamos trabalhando agora diretamente com os gove rnadores e outros parceiros do setor turístico. Foi uma grande evolução nesse sentido. Temos a Embratur, que cuida da promoção no mercado exterior. Temos um Plano Nacional do Turismo, que já está em sua segunda versão, com um grande conjunto de metas, pesquisas e planejamento. Foi fundamental sairmos de uma política de ocasião, de um apêndice de outros ministérios, para uma política de Estado. Independente de quem esteja na cadeira de ministro, existem metas, programas e objetivos que vieram para ficar. Conseguimos aprovar a Lei Geral do Turismo. Faltava ao nosso setor um marco regulatório que desse segurança aos investimentos, segurança tributária, benefícios ao turista. Portanto, tivemos grandes avanços nos últimos anos, como o aumento das receitas de entrada do turista internacional. Passamos de três milhões, no inicio do governo Lula, para mais de cinco milhões de turistas estrangeiros. Além disso, há todo o trabalho que temos feito no mercado interno. Portanto, o presid ente Lula é responsável pelo crescimento que o turismo está tendo, pela sensibilidade de perceber que o turismo é uma forma de desenvolvimento, gerando muito emprego e renda. São mais de seis milhões de brasileiros que trabalharam com turismo no Brasil."

Ligação aérea - "O Brasil vem se recuperando da perda da Varig, que aconteceu há dois anos. A campanha Brasil Sensacional vem muito a calhar nessa questão, porque vai aumentar o fluxo. Recentemente, a TAM confirmou dois vôos diários para Miami e Nova Iorque. A Delta e a American Airlines também confirmaram novos vôos ligando o Brasil ao mercado americano. A grande vantagem é que esses vôos não estão mais concentrados no Rio e em São Paulo. As saídas agora também acontecem do Nordeste, Manaus, Belo Horizonte e Brasília. Vamos chegar em torno de 160 freqüências semanais ao mercado americano. Isso significa cerca de 30 mil assentos semanais. É um grande potencial de trabalho. Hoje são 700 mil americanos que vêm ao Brasil por ano. Temos todas as condições de aumentar esse número não só no turismo de lazer, mas também no de negócios. São Paulo, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte são grandes centros de business no Brasil. Com relação ao mercado europeu, acontece a mesma coisa. Temos aumentado os vôos. A TAP tem linhas freqüentes no Nordeste, em Brasília. A TAM também tem aumentado o seu fluxo. A British Airways também tem aumentado a freqüência. As notícias são positivas e estamos muito esperançosos de aumentar esse fluxo de turistas estrangeiros, que hoje somam cinco milhões e deixam quase US$ 6 bilhões aqui no Brasil."


Lei Geral do Turismo - "A Lei Geral do Turismo foi um grande avanço. O turismo não possuía um marco regulatório. Havia grande sobreposição de leis municipais, estaduais e federais, portanto ter esse marco regulatório dará segurança aos investimentos privados de longo prazo na área, inclusive os estrangeiros. Exigimos agora um cadastramento de todos os meios de hospedagem do setor que trabalha com turismo, tirando da clandestinidade e da informalidade vários destes segmentos. Há multas para quem não se cadastrar, e vai haver um acompanhamento do Ministério junto com as secretarias estaduais de turismo. Porém, o turismo é uma atividade privada que a gente regulamenta, trabalha, mas a decisão de preços é do mercado."

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular