Pravda.ru

CPLP » Brasil

“Fascista sem máscara” na internet

05.03.2008
 
Pages: 12
“Fascista sem máscara” na internet

ALTAMIRO BORGES

A disputa deste ano do Prêmio iBest – baseado no voto direto dos internautas e considerado por muitos como “o Oscar da internet brasileira” – revela que a sociedade também está dividida entre a esquerda e a direita no ciberespaço. Nos primeiros lugares na categoria de “cidadania-política” encontram-se três sites identificados com as idéias progressistas – Conversa Afiada, Vermelho e PT. Mas já na quarta colocação, com estreita diferença, está a página de ultradireita “Mídia Sem Máscara”. Isto não significa que o site seja “cachorro morto”, até porque a votação vai até maio e ele já levou o prêmio no ano passado, quando os critérios do iBest eram bem mais restritivos.

Alucinações do “filósofo”

Para quem tiver estômago, vale à pena conhecer as teses ultra-reacionárias do site, que é editado pelo “filósofo” Olavo de Carvalho. Já na apresentação da página, o fascistóide escancara a sua esquizofrenia. “Mídia Sem Máscara é um website destinado a publicar idéias e notícias que são sistematicamente escondidas, desprezadas e distorcidas em virtude do viés esquerdista da grande mídia brasileira”. Para este lunático, que teme o perigo comunista até na sobra, a revista Veja, os jornais Folha e Estadão e a TV Globo dão espaço em demasia para a “manipulação esquerdista”. Olavo de Carvalho gostaria que estes veículos, que já são direitistas, pregassem abertamente um novo golpe militar, novas prisões e torturas e o retorno à ditadura, e bradassem: “Hai, Hitler!”.

Ridicularizado até por setores conservadores mais hábeis e sutis, ele se ressente do isolamento. “No Brasil, os poucos que tentam enfrentar essa situação são vítimas do ódio, da covardia e da mesquinhez de expedientes a que homens poderosos têm recorrido para nos calar. A má vontade surda e cega – quando não a ironia e a chacota – que os indiferentes e alienados opõem são indescritíveis. O que torna as coisas ainda mais difíceis é que nos últimos anos o estimulo geral à expressão de crenças esquerdistas encorajou todos os analfabetos do país”, resmunga o fascista num linguajar preconceituoso. Mas o fundamentalista é bem persistente: “Pouco nos importa a desproporção de forças. Quando os grandes se acovardam, os pequenos têm de dar o exemplo”.

“Minha defesa no Juízo Final”

Olavo de Carvalho, que hoje reside em Richmond (EUA), é mesmo um egocêntrico e se acha um enviado de Deus no combate às idéias “diabólicas” da esquerda. Em entrevista recente à Revista Atlântico, ele se jacta de ser um estudioso da “mente revolucionária”. Atormentado, alerta: “A esquerda assume cada vez mais orgulhosamente a sua identidade, ao mesmo tempo em que sua influência política se torna cada vez mais dominante. A direita, por seu lado, se encolhe numa timidez abjeta, negando a sua própria existência... Se eu conseguir lançar toda a claridade que pretendo, creio que terei feito alguma coisa de útil, pelo menos para dar a Nosso Senhor Jesus Cristo um pretexto que ele possa alegar em minha defesa no Juízo Final”.

Na mesma entrevista, ele elogia a sangrenta ditadura salazarista em Portugal. “O salazarismo foi uma estranha mistura de conservadorismo cristão com elementos extraídos do fascismo... Não tenho a menor dúvida de que Antonio de Oliveira Salazar foi um homem honesto e um grande administrador”. Também critica a democracia liberal e prega abertamente a ditadura fascista. “O liberalismo acredita que a liberdade é um princípio fundante da política, mas a liberdade é apenas uma regra formal que, elevada à condição de princípio, resulta no esvaziamento relativista de todos os valores, fomentando a mutação revolucionária e a extinção da própria liberdade”. Típico neocon do falido governo George Bush, Olavo de Carvalho defende os conservadores dos EUA.

“Mandei seu jornal à merda”

“Mídia Sem Máscara” expressa de forma grotesca este pensamento reacionário e doentio. Olavo de Carvalho e seus fiéis seguidores têm ódio do governo Lula. O site afirma, de maneira risível, que o atual presidente é um dos líderes do movimento comunista internacional. A prova seria a presença no Foro São Paulo, que reúne partidos progressistas da América Latina. O tratamento dado ao governo é dos mais desqualificados, com acusações rastaqüeras contra os familiares do presidente, tentativas de ligá-lo ao terrorismo e ao narcotráfico e outras baixarias do gênero. O site não poupa nem os partidos do bloco liberal-conservador, que seriam frouxos na oposição.

“O PFL adaptou-se às circunstâncias, aceitou a condição de mero coadjuvante da esquerda light e mudou de nome para ficar parecido com o Partido Democrata americano (partido preferido de Hugo Chávez e Fidel Castro)”. Indignado, Olavo de Carvalho acusa a direita de ter adotado “ao programa esquerdista em todos os pontos, como o gayzismo, o abortismo, as quotas raciais e o anticristianismo militante”. As maluquices deste fascistóide já lhe custaram o emprego no jornal gaúcho Zero Hora. Encerrada a eleição de 2006, este veículo de direita se livrou do seu pitbul. Magoado, Olavo de Carvalho esbanjou a sua filosofia após receber a carta de dispensa. “Ilustre editor, já mandei seu jornal à merda. Sua cartinha é desnecessária, assim como seu dinheiro”.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular