Pravda.ru

CPLP » Brasil

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando

04.07.2012
 
Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16828.jpeg

Sexta-feira 29 de Junho das 21h 30 à meia-noite e quinze do sábado 30 ocorreu a cerimônia de premiação à música uruguaia no Complexo Cultural "Plaza" localizado no Km zero de Montevidéu com destaques internacionais que são conhecidos no Brasil e na América castelhana toda. O PRAVDA recebeu o primeiro convite ao evento na 10ª. Edição que acabou de encerrar e já está tocando tentando gerar integração com ouvintes e fãs da música lusófona. Os Graffiti são uma toxiada na incultura.

É óbvio, os músicos uruguaios são bem mais conhecidos na América Castelhana pois o idioma vira ferramenta fundamental para gerar parcerias entre os próprios músicos que vão conquistando fãs à medida que essas primeiras excursões artísticas vão seduzindo o ouvido dessas pequenas turmas que completam barzinhos e teatros para logo muito devagar cativar os grandes palcos internacionais.

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16829.jpeg

O intercâmbio de culturas vira estratégico para fazer da América Castelhana e o Brasil lusófono um continente só, sem fronteiras de verdade ao estilo da Europa. A música é senha ímpar para continuar nesse processo de integração dos países Sul-Americanos com vantagem estratégica quanto ao resto dos continentes pois a semelhança das duas línguas faz surgir o portunhol direto e resolve as barreiras idiomáticas. Aliás, a net virou a grande parceira dos músicos que tendo vídeos editados e as letras das músicas postadas, faz esse tal entroçamento com os países vizinhos bem mais simples.

Mais um fator que tem contribuído bastante com esse intercâmbio cultural Sul-Americano a partir da música é a afinidade política do continente capotado para a Esquerda nos últimos anos. O paladar dos governos é o da maioria da população porém uma ligadinha dos Ministros da Cultura desses países veiculiza convite de integração em um piscar de olhos.

Embora que a população uruguaia não é muita, está no eixo de 3.300.000 pessoas, recebe prazerosa todo músico brasileiro famoso ou não pois sempre existiu essa tal afinidade com o povo do Brasil e de jeito específico com a música, desde a Bossa Nova para os sexagenários para acima, os samba- enredos, que abrange até as criancinhas (exagero viu), sertaneja que mesmo mais resistida continua tendo os fãs "celestes" e toda música brasileiras bem ritmada consegue seduzir aos uruguaios.

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16830.jpeg

A música feita pela paulista Tiê ganhou espaço no Uruguai a partir da 1ª edição do evento "Latino-Americana" que foi lançado no CEFIR do Bairro Prado de Montevidéu em 2010 tendo como representante político brasileiro naquele lançamento ao Deputado Rosinha.

Tiê teve o privilégio de cantar já grávida na Sala "Zabala Muniz" que faz parte do Teatro Solís naquela oportunidade junto de uruguaios que iniciavam o caminho artístico como foi o caso da filha da cidade de Paysandú (Uruguai), Ana Prada que foi moldando e fazendo famosa essa música intitulada "Sou Pecadora".

Nas décadas de 1960 e 1970 foram os primeiros brasileiros o Vinicius de Moraes, Toquinho e Maria Creuza que faziam parte de uma turma única, o Roberto Carlos, mais logo o Hermeto Pascoal, Martinho da Vila, Gilberto Gil, os dois filhos de Dona Canô, Maria Bethânia e Caetano Veloso, Chico Buarque, Gal Costa, Ivete Sangalo e daí para frente às novas gerações que abrangem até meu amigo cinqüentão Conrado Paulino, o mágico paulista da guitarra.

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16831.jpeg

Nesse ida e volta com os uruguaios, são muitos os que viajaram para o Brasil, tendo na liderança, o "Oscar" uruguaio, médico e músico, Jorge Drexler como moradia permanente faz anos na Espanha.

Daqui para frente o PRAVDA assume o compromisso de divulgar as viagens artísticas dos uruguaios que já tiverem agendado espetáculos no Brasil e damos início com "La Triple Nelson" que apresenta o show em Porto Alegre nesta sexta-feira 06 e sábado 07 de Julho voltando na capital gaúcha logo após  apresentação de novembro de 2011 no Anfiteatro "Pôr do Sol".

Voltando nos Prêmios Graffiti à música uruguaia, houve um comentário mega interessante do grandíssimo Jaime Roos que foi um dos vitoriosos da noitada musica: "É bom lembrar que os Graffiti deram início com uma festa do rock nacional uruguaio e hoje e da música uruguaia toda"

O Tango que segundo o produtor argentino Max, também é uruguaio, teve o Leyton com "medalhado" (estamos bem perto dos Jogos Olímpicos Londres 2012 nè?

Quanto tem a ver com o Tango, uma filha da cidade de San José (Uruguai) Malena Muyala, e a produtora Florencia Fernández, assinaram compromisso com o PRAVDA para divulgar a viagem artística rumo a Brasília (Brasil) em Novembro.

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16832.jpeg

Jorge Nasser, um dos craques fazendo música para a minha geração dos quarentões da fita-cassete e ainda mais é o líder do ex- "Níquel", com aquela música ímpar "Candomblé da Aduana". Sinônimo de óculos e bem mais importante, fabricante de música de grandíssima valia.

Com cabelos cinzentos conquistaram o Prêmios Graffiti o poeta e músico, Fernando Cabrera (Melhor Roteiro Profissional), o Jaime Roos, Ruben "Negro" Rada, Edú "Pitufo" Lombardo (muito envolvido com o Carnaval) e premiado por causa da música focada no futebol uruguaio que voltou nas telas logo após a quarta vaga conquistada no Mundial África do Sul 2010.

Dos mais novos, "La Vela Puerca", Supervielle e La Triple Nelson foram os destaques da penúltima noite junina e montevideana.

Participaram ao vivo no palco principal do ex-Cinema Plaza, hoje Complexo Cultural "Plaza", o Fernando Cabrera, "La Triple Nelson" junto da Filarmônica, Hereford, Nico Arnicho, e "Los Traidores".

Antes da nossa despedida, vamos dar uma parada para salientar o espetáculo maravilhoso que tem desenvolvido o músico Nicolás Arnicho, que bem mais que músico virou mágico tocando "ferramental musical" (esse é o nome) desconhecido com o qual ele faz música incrível, com carimbo internacional, linda de ser ouvida pelo mundo inteiro, sem fronteiras !!

Prêmios Graffiti à música uruguaia...o Pravda está tocando. 16833.jpeg

Os Prêmios Graffiti deram uma toxiada na incultura valorizado os melhores produtos da música uruguaia no decorrer do último ano.

O PRAVDA agradece o convite encaminhado pelo Departamento de Imprensa dos Prêmios Graffiti.

Informações atualizadas do evento, mergulhando no site oficial dos Graffiti.

A partir de agora pode conferir alguns sites envolvidos com a matéria.

Cento e tantas fotos da noitada cultural ao ritmo uruguaio clicando no Sotaque Esportivo.

SOTAQUE ESPORTIVO

http://sotaqueesportivo.blogspot.com

PRÊMIOS GRAFFITI 2012

www.premiosgraffiti.com.uy

COMPLEXO CULTURAL "PLAZA"

http://cultura.montevideo.gub.uy/content/complejo-cultural-plaza

LA TRIPLE NELSON

www.latriplenelson.com.uy

MALENA MUYALA

www.malenamuyala.com

Gustavo Espiñeira

Correspondente PRAVDA.ru

Montevidéu - Uruguai

 


Loading. Please wait...

Fotos popular