Pravda.ru

CPLP » Brasil

Piloto e o co-piloto perderam o controle do Airbus da TAM

01.08.2007
 
Piloto e o co-piloto perderam o controle do Airbus da TAM

Segundo dados da caixa-preta divulgados pelo jornal Folha de S.Paulo (01) o piloto e o co-piloto que faziam o vôo 3054, que caiu após uma tentativa frustrada de pouso no dia 17 de julho no Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, perderam o controle do Airbus da TAM.

 A CPI do Apagão Aéreo deverá ouvir na manhã desta quarta-feira as gravações dos diálogos dos pilotos do Airbus A320. Os dois CDs com dados retirados das caixas-pretas foram recebidos na terça e guardados num cofre. Conforme relatos das autoridades militares, a sessão secreta da CPI ouvirá o som de uma "cena de terror". A Aeronáutica pressiona para que os deputados não divulguem nenhum dado publicamente.

De acordo com dados preliminares, o manete do motor direito do Airbus estava em posição de aceleração, sendo que deveria estar em ponto morto, assim como o manete esquerdo. Pela posição do manete, o computador de bordo teria entendido que o piloto estava acelerando a aeronave, fazendo com que as turbinas também acelerassem.

"Marcamos a sessão para amanhã por entendermos que é importante, além da informação bruta, a análise da Aeronáutica sobre o que os dados refletem", afirmou Eduardo Cunha. No início da noite, o brigadeiro Átila Maia teve uma conversa reservada com o relator da CPI, Marco Maia (PT-RS).


Segundo o brigadeiro, muitas vezes os passageiros percebem a gravidade do problema e as caixas-pretas registram gritos de pavor, além da ansiedade dos pilotos nos momentos que antecedem a colisão.

 O oficial afirmou não ter dúvida de que desta vez não seria diferente: a caixa-preta do avião da TAM com certeza, segundo ele, registraria o desespero dos pilotos ao perceberem que o acidente seria inevitável.

Desde o início das investigações sobre as causas da tragédia, a Aeronáutica tem insistido que o objetivo da apuração é evitar novos acidentes e não apontar culpados. Por isso, os oficiais foram contra a entrega dos dados à CPI. No entanto, Kersul garantiu que atenderia ao requerimento da CPI. Os deputados deram prazo de 48 horas à Aeronáutica para entregar todos os dados da caixa-preta.

O prazo termina na noite de quarta e durante à tarde estavam nas mãos do presidente em exercício .


Loading. Please wait...

Fotos popular