Pravda.ru

CPLP » Angola

Angola vai ajustar plano de desenvolvimento devido ao Covid-19

31.05.2020
 
Angola vai ajustar plano de desenvolvimento devido ao Covid-19. 33326.jpeg

Angola vai ajustar plano de desenvolvimento devido ao Covid-19

Luanda, 29 de maio (Prensa Latina) Angola ajustará o seu plano nacional de desenvolvimento até 2022 devido ao impacto do Covid-19, cujo principal efeito negativo é a redução das receitas de exportação de petróleo, confirmou hoje o Presidente João Lourenço.

De acordo com a metodologia do plano, o Executivo está trabalhando em um programa de ação para 2020-2022, a fim de adaptar as metas, levando em conta a situação atual e as previsões de recessão para a economia mundial devido à pandemia, afirmou o presidente.

Como recordou, o chamado ouro preto representa mais de 60% da receita tributária do estado angolano e cerca de 90% da captura de moeda estrangeira para exportação, daí o escopo dos eventos.

Segundo o dignitário, o declínio do petróleo teve incidências palpáveis na redução das reservas fiscais, na deterioração cambial da moeda nacional, na diminuição da capacidade de pagamento da dívida externa e na execução de vários planos produtivos e sociais.

Lourenço abordou a questão em diálogo com acadêmicos, empresários, líderes religiosos, jornalistas e outros representantes da sociedade civil, em um apelo à busca de alternativas para diminuir os danos e delinear estratégias pós-Covid-19.

Segundo ele, na situação atual o estímulo à produção nacional é mais relevante, com vistas à geração de empregos, à auto-suficiência no fornecimento de alimentos básicos, na redução de importações, na melhoria das condições de vida das famílias e na diversificação das exportações.

O governador solicitou a ajuda de 'todos que desejam contribuir' com seu conhecimento e inteligência para acelerar a transformação estrutural da economia nacional, o que deve se traduzir em uma maior captação de recursos não petrolíferos.

Apesar dos casos esporádicos de transmissão local do Covid-19, Angola continua sendo um dos países menos afetados pela pandemia, disse o presidente, que distinguiu a entrega gratuita de itens de alimentos e higiene às famílias mais vulneráveis, incluindo minorias étnicas.

Os dados oficiais indicam um total de 77 casos positivos, incluindo quatro óbitos, 18 recuperados e 55 pacientes em atendimento hospitalar.

Até agora, as infecções por transmissão local de virose são limitadas à província de Luanda, mas todo o território nacional está sujeito a restrições sanitárias devido à Situação de Calamidade Pública, decretada pelo executivo.

 

 

http://www.patrialatina.com.br/angola-vai-ajustar-plano-de-desenvolvimento-devido-ao-covid-19/

 


Fotos popular